QMC constrói rede indoor 5G para Claro e Vivo

Para Murilo Almeida, presidente da QMC Telecom no Brasil, busca por soluções DAS representam superioridade tecnológica da tecnologia para cobrir espaços confinados

Crédito-Freepik

A QMC Telecom, detentora de infraestrutura passiva, fechou contratos para construir redes 5G indoor utilizando sistemas de antenas distribuídas (DAS), em 60 locais, entre edifícios corporativos, shopping centers, hospitais, aeroportos, e outros espaços com alta concentração de pessoas.

Entre os pontos que serão atendidos estão o Aeroporto de Confins (BH Airport), Hospital Vila Nova Star (SP), Hotel Bourbon Curitiba (PR) e Shopping RioSul (RJ) devem disponibilizar sinal 5G indoor “dentro dos próximos meses”, diz a empresa. Os projetos já estão com contratação formalizada e em fase de implantação.

A cobertura indoor com 5G não é uma obrigação regulamentar prevista no edital do 5G. Mas a implantação é estratégica para suprir a demanda por conectividade 5G no interior de grandes empreendimentos.

Para Murilo Almeida, presidente da QMC Telecom no Brasil, o DAS é superior ao uso de células pequenas (small cells). “Estamos observando um crescente interesse por toda a América Latina em reforçar a cobertura indoor. Cobrir ambientes internos com a qualidade adequada via rede outdoor – as tradicionais torres – já era desafiador nas tecnologias anteriores e, agora no 5G, é quase impossível”, comenta.

A solução DAS (Distributed Antenna System) para o 5G consiste em uma rede de antenas inteligentes de baixa potência, distribuídas estrategicamente por um empreendimento. A rede se conecta a uma unidade central, que recebe, modula, gerencia e distribui de forma otimizada a fonte de sinal das operadoras, garantindo cobertura uniforme e de alta qualidade a dispositivos móveis, como tablets e smartphones, ou aplicações IoT, em locais com grande fluxo de usuários onde o sinal das torres tradicionais tem dificuldade para penetrar. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10578