Provedor de Franca vai revender planos Starlink dentro e fora do Brasil

UniversoSat é credenciado à Starlink para comercializar planos da operadora de banda larga via satélite em qualquer país, e planeja expansão

(crédito: Freepik)

O provedor de comunicações remotas UniversoSat, do interior paulista, assinou um acordo de distribuição com a Starlink, da SpaceX, para revender em qualquer país serviços de banda larga baseados na constelação de órbita baixa do bilionário Elon Musk.

Em dezembro, a empresa já havia conseguido autorização para vender aqui no Brasil os serviços a clientes corporativos “veiculares e marítimos”. Neste mês de abril, foi autorizado a comercializar os serviços em todo o mundo.

O contrato expandido permitirá à empresa entrar com o produto inicialmente nos países vizinhos da América do Sul e também na África. Segundo o fundador do ISP, Efrem Peixoto, são mercados potenciais Colômbia, Peru, Guiana, Argentina e até Angola.

Os preços, definidos em dólar, variam conforme a franquia de dados contratada. O plano mais simples, chamado Business 1000, confere 1 Terabyte de franquia de dados para um hotspot fixo por mês e sai por US$ 500. Há ainda planos de 3 TB, 6 TB.

Outras opções são para veículos – planos móveis têm preços mais altos. A velocidade do acesso é de 350 Mbps no download e de 40 Mbps no upload. A latência fica entre 20 e 40 ms. O equipamento precisa ser comprado, e custa outros US$ 2,5 mil.

Para Peixoto, o valor não é alto se comparado com serviços em banda Ku, cujos preços são mais elevados e a capacidade e tempo de resposta são inferiores. O mercado perseguido é o corporativo, de empresas que precisam de alta capacidade de transmissão de dados e baixa latência em locais remotos.

A UniversoSat mira também fazendas, hotéis e restaurantes em áreas não atendidas por outras tecnologias, além de empresas com demanda por conectividade permanente em barcos e navios. A empresa já fornece internet baseada em satélites geoestacionários que operam nas bandas Ka e Ku. “Vamos migrar todos os links Ku para o novo serviço”, informou. Serão cerca de mil assinantes corporativos transferidos para a banda larga da Startlink.

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4086