Philips reduz projeção de vendas e lucros para 2021

A empresa vem enfrentando problemas na cadeia de suprimentos com a falta de chips de memória, além do congestionamento em portos, o que atrasa o escoamento dos produtos
Crédito: Divulgação. Philips
Crédito: Divulgação

A companhia Philips anunciou que sua projeção de vendas e crescimento de lucros deste ano caiu. A empresa diz que os problemas envolvendo a cadeia mundial de suprimentos, incluindo a escassez de chips, devem se intensificar.

As vendas da empresa tiveram uma redução de 7,6% entre julho e setembro de 2021 devido à falta de componentes eletrônicos, como chips de memória. Os fabricantes desses semicondutores não conseguiram mais atender à demanda da Philips à medida em que ela aumentava. A produção da empresa chegou a 17% no último trimestre.

Além disso, parte das remessas da empresa ficaram paradas nos portos com o retorno do comércio mundial após paralisações induzidas pela covid-19. No entanto, o congestionamento dos portos é visto como algo temporário, diferentemente das questões na cadeia produtiva.

Somados, esses dois fatores empurraram o EBITA da companhia para uma redução de 25% no terceiro trimestre, chegando a € 512 milhões. Para 2022, os problemas escassez deverão normalizar ao longo do ano, ainda assim continuarão atingindo as vendas.

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) também teve de rever suas projeções de lucros pelo mesmo motivo. Houve ainda problemas com logística e falta de matéria prima, como pneus (Com assessoria de imprensa)

 

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10507