O que os setores de mineração, petróleo&gás, saúde e ferrovia querem com IoT e redes privativas?

O Congresso IoT e redes privativas,  acontece dias 25 e 26 de agosto e vai reunir as empresas usuários dos setores de mineração, petróleo e gás, ferrovia e saúde e os fornecedores de diferentes soluções para esses segmentos.

Congresso IoT e redes privativa em segunda edição

 A evolução da Internet das Coisas – IoT – e as opções de redes públicas e privativas, a partir do avanço da LTE e do 5G estarão em debate nos dias 25 e 26 deste mês, na segunda edição do congresso IoT e as Redes Privativas, promovido pelo Tele.Síntese. O evento reúne operadoras de telecomunicações, fornecedores de soluções e as empresas usuários dos setores de mineração, petróleo e gás, ferrovia, energia e saúde.

A próxima fronteira da internet industrial das coisas é o tema do primeiro painel do congresso, com uma abordagem sobre o ecossistema de tecnologias e aplicações industriais específicas. Participam desse debate Alberto Boaventura, especialista em Estratégia, Analytics e M&A da Deloitte; Bruno Araújo de Souza, coordenador técnico do Instituto Senai de Tecnologia de São Caetano do Sul; Fábio Jardim, gerente sênior de Tecnologia IoT da Logicalis e Paulo José Spaccaquerche, presidente da Associação Brasileira de Internet das Coisas (Abinc).

O painel sobre “Desafios e Oportunidades de IoT nas empresas de petróleo e gás” vai reunir Augusto Borella, diretor de Produto da Viasat, Intelie; Cleber Hamada, diretor de Projetos, Planejamento Estratégico e Inovação da Copa Energia e Daniel Morales, gerente corporativo de Automação na Braskem. A Petrobras também participará desse debate.

O debate sobre “O que esperar do avanço de IoT na saúde” encerra os trabalhos do primeiro dia do congresso. Para esse painel, confirmaram presença Antonio Carlos Endrigo, diretor de Tecnologia da Informação da Associação Paulista de Medicina (APM); Guilherme Rabello, gerente Comercial e Inteligência de Mercado da InovaInCor (núcleo de inovação do Instituto do Coração), e Felipe Reis, gerente executivo de Tecnologia Médica e Inovação do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Dia 26

O segundo dia do congresso será iniciado com o debate sobre a “Oportunidade e eficiência das redes privativas. Para  o tema foram convidados Diego Aguiar, diretor de Operações da Telefônica Tech/Vivo Empresas; Luciano Saboia, gerente de Pesquisa e Consultoria em Telecomunicações da IDC Brasil; Vinícius Oliveira Caram, superintendente de Outorga e Recursos à Prestação da Anatel e Wilson Cardoso, diretor do Grupo Setorial de Telecomunicações da Abinee.

O último painel do evento trata de “Como IoT e redes privadas podem gerar valor para o setor elétrico e para o setor ferroviário”. Para esse debate confirmaram presença Amadeu Fernandes de Macedo, head de Desenvolvimento Tecnológico Latam na Gridspertise (empresa do Grupo Enel); Jean Carlo Tavares, especialista ferroviário sênior na MRS Logística; Kuiz Spera, gerente de Estratégia do CPQD e Samuel Lauretti, diretor Comercial da Trópico.

Key Notes

O primeiro dia do Congresso contará com a participação especial de Paulo Cabestré,  Presidente da Trópico, que, a partir das 9h10 irá apresentar “As Soluções Integradas de Conectividade e Aplicações da Trópico”. No dia 26 é a vez de Leandro Ramos, gerente sênior de produtos Telefônica Tech/ Vivo Empresas apresentar as diferentes soluções da operadora para esses segmentos.

O congresso IoT e as Redes privativas é virtual e as inscrições são gratuitas. Para participar desse importante debate confirme sua participação aqui (https://www.eventos.momentoeditorial.com.br/#inscricao-iot-2022)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10693