Netflix tem recorde de novos assinantes e mira esportes ao vivo

Plataforma de streaming adicionou 13,12 milhões de assinantes no quarto trimestre do ano passado; empresa também fechou acordo para transmitir programa de luta livre
Com recorde de novos assinantes, Netflix vai investir em esportes ao vivo
Netflix vai investir na transmissão de esportes ao vivo (crédito: Reprodução)

A Netflix obteve um recorde nas adições líquidas de novos assinantes no quarto trimestre do ano passado. A plataforma de streaming ganhou 13,12 milhões de assinaturas pagas entre outubro e dezembro de 2023, conforme balanço financeiro divulgado nesta terça-feira, 23. Com isso, a base de assinantes chegou a 260,28 milhões.

No quarto trimestre, a receita líquida da companhia somou US$ 8,8 bilhões (aproximadamente R$ 43,6 bilhões), alta de 12,5% na comparação com o mesmo período do ano anterior, superando a previsão da empresa. O lucro líquido alcançou US$ 938 milhões (R$ 4,6 bilhões).

Para o primeiro trimestre deste ano, a Netflix projeta resultados ainda mais robustos. A empresa prevê avanço de 13,2% na receita, chegando a US$ 9,2 bilhões (R$ 45,5 bilhões), e lucro líquido de US$ 1,9 bilhão (R$ 9,41 bilhões).

Negócios

No relatório financeiro, a plataforma de streaming destacou que, para este ano, planeja, além de continuar investindo em filmes e séries, ampliar a oferta de jogos. O serviço também quer incrementar o catálogo de programas ao vivo, sobretudo esportivos.

Também nesta terça-feira, em um comunicado separado, a Netflix anunciou que fechou um acordo de longa duração para transmitir o programa de luta livre WWE Raw, a partir de 2025, para os Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e América Latina. Informações veiculadas na imprensa norte-americana apontam que o contrato tem duração de dez anos e valor de US$ 5 bilhões (R$ 24,77 bilhões).

Entre outros planos, a Netflix também almeja tornar as operações com anúncios mais lucrativas. No quarto trimestre, a adesão de assinantes ao plano com anúncios aumentou em quase 70%. Além disso, a modalidade representa 40% de todas as inscrições nos mercados em que a opção está disponível.

“Nosso objetivo é tornar os anúncios um fluxo de receita mais substancial que contribua para um crescimento de receita saudável e sustentado em 2025 e além”, afirma o serviço de streaming, em trecho do informe financeiro.

Avatar photo

Eduardo Vasconcelos

Jornalista e Economista

Artigos: 723