Matri Bank transforma precatório em cédula bancária

Matri Bank cria o MatriCred para donos de precatórios da União e de São Paulo anteciparem o resgate dos papeis.

40% dos pedidos de cartões de crédito são de profissionais autônomos - Crédito: Freepik

Atualizada às 18:55 Matri Bank, fintech brasileira, anunciou o MatriCred. A solução permitirá que donos  de precatórios da União, do estado de São Paulo e dos municípios paulistas utilizem seus títulos como garantia para a contratação imediata de valores. Além disso, o MatriCred  contará com juros menores,  ausência de parcelamento mensal e a desobrigação de que os solicitantes passem por uma análise de crédito ou de comprovação de renda para receber as quantias – inclusive para negativados. 

De acordo com o CEO do Matri Bank, Gustavo Messias, o objetivo do MatriCred é transformar um precatório em uma cédula bancária de alto valor agregado e de disponibilidade líquida imediata. “O MatriCred é um formato de crédito escasso no mercado, porque funciona como um empréstimo que já nasce pago e não onera nem o solicitante com altos juros e análise de crédito, nem o credor com o risco de calote. É uma solução segura, para a qual já temos uma base consolidada de 12 anos de trajetória através do Grupo Matri”, explica Messias.

Além do crédito, o Matri Bank também disponibiliza para sua base de clientes o MatriNow, serviço de antecipação que permite aos credores receberem até 72% do valor total do precatório em menos de 3 dias após a contratação. A expectativa dos gestores do Matri Bank é que a partir do desenvolvimento e da otimização dos dois serviços, a instituição possa apostar em planos de aplicação de investimentos baseados em precatórios, incluindo outros serviços financeiros.A fintech já conta com uma base de 10 mil clientes e R$ 1,5 bilhão em ativos judiciais.

Avatar photo

Redação DMI

Artigos: 1801