Lia Glaz é nova diretora-presidente da Fundação Telefônica Vivo

Executiva já atuou na área de educação da entidade e possui mais de 17 anos de experiência em organizações sociais e multinacionais
Lia Glaz é nova diretora-presidente da Fundação Telefônica Vivo
Lia Glaz assume a liderança da Fundação Telefônica Vivo (crédito: Divulgação/Fundação Telefônica Vivo)

A Fundação Telefônica Vivo, braço social da operadora, anunciou, nesta segunda-feira, 21, a executiva Lia Glaz como a sua nova diretora-presidente. Ela assume a vaga de Américo Mattar, que deixou o posto após 10 anos.

Lia Glaz é formada em administração pública pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV EAESP), com mestrado em Desenvolvimento Econômico e Político pela SIPA-Columbia University.

Na Fundação Telefônica Vivo, antes de assumir a liderança da organização, Lia se destacou na área de educação, promovendo o uso de tecnologia para apoiar o desenvolvimento de crianças e jovens no contexto do século 21.

Ela também conta com 17 anos de experiência em organizações sociais e multinacionais nas áreas de educação, esporte e alimentação saudável no Brasil e no exterior.

Presente no Brasil há mais de 23 anos, a fundação é uma das responsáveis pela esfera social no conceito de ESG (sigla em inglês para meio ambiente, social e governança corporativa) da Vivo. Nesta nova etapa, a organização deve continuar atuando para melhorar a educação no País, com foco em inclusão digital.

Além disso, a entidade oferece cursos a distância e gratuitos de formação continuada para qualificar educadores a desenvolverem práticas pedagógicas inovadoras, alinhadas à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e ao novo ensino médio.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10407