Inflação alta impacta na confiança do consumidor

A inflação e o endividamento foram apontados como as principais preocupações dos consumidores brasileiros em março, diz FGV.
Inflação alta impacta na confiança do consumidor- Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

A inflação e o endividamento foram apontados como as principais preocupações dos consumidores brasileiros em março, fazendo com que o nível de confiança deles chegasse a patamares mais baixo desde o início do ano, conforme os dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), nesta sexta-feira, 25.

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da FGV registrou queda de 3,1 pontos e atingiu 74,8 pontos em março, menor patamar desde janeiro, 74,1 pontos.

“A insatisfação dos consumidores sobre a situação financeira familiar atinge o menor nível desde abril de 2016 influenciado pela inflação, lenta recuperação do mercado de trabalho e endividamento das famílias, principalmente das famílias com menor poder aquisitivo”, afirmou em comunicado Viviane Seda Bittencourt, coordenadora das sondagens.

Segundo ela, diante das perspectivas negativas sobre a economia, os consumidores voltam a ficar cautelosos e diminuem seu ímpeto de compras nos próximos meses”, completou ela.

Os resultados apresentados em março mostraram piora das avaliações sobre a situação atual, afetando as expectativas para os próximos meses, segundo a FGV.

De acordo com o relatório, o Índice de Situação Atual (ISA) perdeu 2,6 pontos, atingindo 65,3 pontos, o menor nível desde abril de 2021 (64,5 pontos) depois de duas altas seguidas.

O indicador que mede a satisfação sobre a situação financeira atual das famílias caiu 5,2 pontos, para 56,9 pontos, menor nível desde abril de 2016 (56,8 pontos). Enquanto o Índice de Expectativas (IE) caiu 3,2 pontos, para 82,5 pontos.

No acumulado em 12 meses, a inflação oficial brasileira encontra-se acima de 10%.

(Com assessoria)

Avatar photo

Redação DMI

Artigos: 1783