Goldman Sachs conclui investimento na Elea Digital

Com o dinheiro novo, Elea Digital vai atualizar os atuais data centers no Brasil, ampliar rede focada em "edge". Planeja também expansão para outros países.
Credito: Freepik
Credito: Freepik

A área de crédito privado do Goldman Sachs Asset Management concluiu o investimento na Elea Digital — empresa da Piemonte Holding que reúne os data centers em diferentes áreas metropolitanas do Brasil.

O acordo de investimento foi firmado em outubro do ano passado e aprovado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em dezembro de 2021.

O aumento de capital tem como objetivo acelerar a padronização e a melhoria da infraestrutura já existente, localizada em Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro -, bem como desenvolver ainda mais a presença geográfica da Elea Digital.

Os data centers mencionados eram da Oi, foram adquiridos por R$ 325 milhões em 2020, já com planos de atualização por parte do grupo Piemonte. O grupo Piemonte também adquiriu o data center da Globo no Rio de Janeiro.

O percentual acionário que será detido pelo Goldman Sachs e o valor da transação não foram revelados.

O aporte em melhoria dos sistemas tem por objetivo preparar a infraestrutura do grupo para crescimento de tráfego e armazenamento, em razão da ativação das redes 5G. Também será utilizado para a construção de data centers “edge”, menores e mais dispersos pelo país, a fim de reduzir a latência do acesso a serviços online neles hospedados. Há também previsão de expansão para outros países da América Latina.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10695