Frente Parlamentar de Serviços reorganiza demandas de regulação

Agenda 2024 é dividida entre grupos temáticos. Senador Eduardo Gomes está à frente do GT de Pesquisa, Desenvolvimento e Tecnologia.
Foto: Mario Agra/Câmara dos Deputados
 Deputado Júlio Lopes assume a presidência da Frente Parlamentar de Serviços | Foto: Mario Agra/Câmara dos Deputados

A Frente Parlamentar do Setor de Serviços (FPS) apresentou nesta terça-feira, 5, a Agenda 2024, com a determinação de seus representantes em diferentes segmentos do mercado, divididos em grupos temáticos. Na área de Tecnologia, o documento cita projetos de lei para regulação de aplicações digitais entre as prioridades.

A solenidade também marcou a posse do deputado Júlio Lopes (PP-RJ) como novo presidente da Frente. No ano passado, ele estava como vice – e, agora, substitui o deputado Augusto Coutinho (Republicanos-PE ) no comando.

As demandas do setor de serviços serão divididas na Frente em seis grupos temáticos (GTs):

  • Laboral, sob os cuidados d deputado Reginaldo Lopes (PT- MG);
  • Pesquisa, Desenvolvimento e Tecnologia, liderado pelo presidente da Comissão de Comunicação e Direito Digital (CCDD) e relator do marco regulatório de IA, senador Eduardo Gomes (PL-TO);
  • Tributário e Fiscal, que terá acompanhamento de Luiz Carlos Hauly (Pode- PR);
  • Serviços Imobiliários, do deputado João Carlos Bacelar (PL-BA); e
  • Live Marketing, com representante a definir.

O Núcleo Empresarial da Frente Parlamentar é composto por Entidades associadas ao Observatório Político do Setor de Serviços.

GT de Tecnologia

Na área de proteção de dados e tecnologia, a Agenda 2024 da Frente Parlamentar prioriza o avanço dos debates nas seguintes temáticas:

Entre os outros segmentos, os grupos darão atenção ao projeto de Código de Defesa do Contribuinte (PLP 17/2022), os programas de negociação de dívidas tributárias e desonerações, a regulamentação de telesserviços, entre outros tópicos.

Avatar photo

Carolina Cruz

Repórter com trajetória em redações da Rede Globo e Grupo Cofina. Atualmente na cobertura dos Três Poderes, em Brasília, e da inovação, onde ela estiver.

Artigos: 884