Embratel será fornecedora do serviço de nuvem do governo

Pregão foi concluído nesta sexta-feira, mas ainda há prazo para recurso

 

 

A proposta da Primesys Soluções Empresariais, subsidiária da Embratel, foi considerada vencedora do pregão de prestação do serviço de nuvem para o governo. A compra foi confirmada nesta sexta-feira (30), na continuidade do pregão promovido pelo Ministério do Planejamento, após constatar que o serviço atende às exigências do edital. O valor ficou em pouco menos de R$ 30 milhões, menos da metade do valor previsto pelo órgão, de R$ 71 milhões.

Os outros 11 concorrentes poderão agora entrar com recurso contra a compra.  O serviço contratado inclui o desenvolvimento, manutenção e gestão de topologias de aplicações de nuvem e a disponibilização continuada de recursos de Infraestrutura como Serviço (IaaS) e Plataforma como Serviço (PaaS) em nuvem pública. A princípio serão atendidos 11 órgãos da administração pública direta, mas outros poderão aderir.

A Primesys funcionará como integradora dos serviços. A empresa tem farta experiência na área de  outsourcing e TI, além de soluções customizadas

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10588