De olho no mercado automotivo, Qualcomm compra a Autotalks

Com a compra da Autotalks, Qualcomm reforça oferta de semicondutores voltados à condução segura e a soluções de transporte automatizado

Crédito: Freepik

A Qualcomm anunciou hoje, 8, a compra da Autotalks, uma empresa israelense de semicondutores fabless que se dedica à produção de systems-on-a-chip de comunicações para veículos (V2X). O valor do negócio não foi revelado. Segundo a imprensa dos Estados Unidos, pode ter alcançado US$ 400 milhões (equivalente a R$ 2 bilhões). O fechamento da transação ainda depende do aval regulatório.

Por meio da aquisição, as soluções serão incorporadas ao portfólio de produtos Snapdragon Digital Chassis da Qualcomm Technologies, um conjunto de plataformas automotivas conectadas à nuvem. Será um reforço no segmento de produtos de condução segura.

A Autotalks produz um sistema “V2X dual-mode”, capaz de prevenir colisões.

“Investimos desde 2017 em pesquisa e desenvolvimento do V2X e acreditamos que, conforme o mercado automotivo evolui, vai demandar uma arquitetura de segurança V2X para melhorar a segurança nas rodovias e de sistemas de transporte inteligentes”, diz Nakul Duggal, vice-presidente sênior da divisão automotiva da Qualcomm Technologies, a respeito da compra da Autotalks.

Empresas do setor manifestaram apoio à aquisição, que tende a acelerar o desenvolvimento e lançamento de produtos para a comunicação de carros. Executivos da Volkswagen, da General Motors e da Renault. Todas essas montadoras trabalham no desenvolvimento de veículos dotados da tecnologia V2X, em parceria com a Qualcomm.

“A comunicação V2X é cada vez mais importante e essencial para garantir sistemas automotivos seguros, então recebemos bem esse negócio [entre Qualcomm e Autotalks]”, opinou Dirk Hilgenberg, CEO da Cariad, braço de desenvolvimento de software da Volkswagen.

Thierry Cammal, vice-presidente da fábrica de software da Renault, falou que o Snapdragon Digital Chassis da Qualcomm, que incorpora o padrão V2X, vai equipar a próxima geração de “veículos definidos por software” da montadora. A seu ver, o acordo deve resultar em soluções mais confiáveis para o setor.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10510