Claro inaugura usina de energia solar em Tanabi, no interior de SP

Entregue pela RZK Energia, usina que faz parte do projeto “Energia da Claro” tem capacidade instalada de 6,3 MW de potência
Claro ativa usina de energia solar em Tanabi (SP)
Usina de energia solar em Tanabi será a de maior potência da Claro (crédito: Freepik)

A Claro inaugurou, nesta quinta-feira, 15, uma usina de energia solar em Tanabi, cidade que fica no interior do estado de São Paulo. A instalação faz parte do projeto “Energia da Claro” e foi entregue pela parceira RZK Energia.

A usina de Tanabi tem capacidade instalada de 6,3 MW de potência, o que a torna a instalação mais potente da parceria entre a operadora e a fornecedora.

Juntas, Claro e RZK Energia são responsáveis por mais quatro usinas de fonte solar fotovoltaica (duas no Distrito Federal e duas no interior de São Paulo), duas movidas a biogás (nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro e de São Paulo) e uma hidrelétrica (em Mato Grosso).

Em conjunto, as usinas totalizam capacidade instalada para a geração de 36 MW de energia proveniente de fontes 100% renováveis.

A operadora informou que a usina de energia solar de Tanabi deve evitar a emissão de mais de 1 mil toneladas de CO² por ano. O projeto funcionará no formato de Geração Distribuída (GD), modelo em que a produção de energia ocorre próximo ao centro do consumo, o que reduz custos e evita perdas técnicas nos processos de distribuição e de transmissão.

“A Claro tem o compromisso de reduzir a emissão de poluentes na atmosfera e estamos empenhados em nos tornar praticamente autossuficientes em energia de fonte limpa”, diz, em nota, Hamilton Silva, diretor de Infraestrutura da operadora.

PROJETO DE ENERGIA

Implementado em 2017, o programa ‘Energia da Claro’ abastece as operações da empresa no Brasil por meio de parcerias para a construção de usinas de geração distribuída. A iniciativa também contempla a compra de energia limpa no mercado livre, em contratos de longo prazo no modelo PPA (Power Purchase Agreement).

Segundo a Claro, o programa vai gerar o equivalente a 80% da energia consumida em todas as operações e instalações da operadora no País, por meio de diversas fontes renováveis, como solar, eólica, hidrelétrica e de biogás.

Atualmente, as 70 usinas que integram a iniciativa abastecem mais de 20 mil unidades consumidoras e atendem mais de 60% das antenas da Claro com energia renovável.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10506