Claro ativa rede 5G em mais 38 cidades

Ativação se dá em zonas metropolitanas. Clientes Claro com celular compatível e em área coberta podem ter acesso ao 5G.

Nesta segunda-feira, 30, a Claro ativou sua rede 5G  em 38 cidades de 10 estados. A operadora começa a disponibilizar a tecnologia nas regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro, cidades do interior de São Paulo, Baixada Santista e em municípios do Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul e Tocantins.

Bairros das seguintes cidades passam a ter o serviço: Serra (ES); Aparecida de Goiânia (GO);Três Lagoas (MS); Ananindeua (PA), Castanhal (PA) e Vigia(PA); Jaboatão (PE) dos Guararapes (PE); Londrina (PR); Belford Roxo (RJ), Duque de Caxias (RJ), Niterói (RJ), Nova Iguaçu (RJ) e São Gonçalo (RJ);  Caxias do Sul (RS), Araguaína (TO) e no estado de São Paulo nas cidades: Aparecida, Bady Bassit, Bauru, Campinas, Carapicuíba, Cubatão, Embu das Artes, Francisco Morato, Guarujá, Guarulhos, Jaguariúna, Jundiaí, Nova Odessa, Osasco, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São José dos Campos, São Vicente, Sorocaba e Taboão da Serra.

A Claro afirma que continuará expandindo sua rede 5Gem outras áreas do interior de São Paulo e do Brasil, conforme planejamento estratégico da empresa.

Segundo a companhia, a adoção da nova rede não vai exigir nenhuma alteração de contrato. Qualquer cliente com aparelho compatível e em área com cobertura pela tecnologia pode ter acesso ao serviço sem necessidade de mudar de plano ou de SIM Card (chip).

Todos os smartphones 5G homologados pela Anatel já suportam também as faixas dedicadas e serão automaticamente compatíveis com as redes anunciadas. A empresa tem 50 aparelhos com acesso ao 5G em seu portfólio.

A expectativa inicial é do alcance de velocidades superiores a 600 Mbps (dependendo do tamanho da célula e da quantidade de terminais com uso simultâneo naquele momento). 

“O nosso compromisso com a materialização da tecnologia começou há anos, desde a montagem dos laboratórios de homologação da tecnologia – inclusive, colaborando com a Anatel e transformando o seu Centro de Pesquisas da Ilha do Fundão, no Rio de Janeiro, no laboratório de certificação da tecnologia no Brasil; até a condução de pilotos e demonstrações experimentais ao lado de grandes fornecedores e parceiros”, diz Paulo Cesar Teixeira, CEO da unidade de Consumo e PME da Claro. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10698