Brasil registrou 5,6 bilhões de tentativas de fraudes em 2022

Segundo o Mapa da Fraude produzido pela ClearSale as fraudes ocorridas no Brasil geraram R$5,8 bilhões em prejuízo.

 

Tentativas de fraude no Brasil somaram R$ 5,8 bi em 2021 - Crédito: Freepik
De acordo com o Mapa da Fraude de 2022, produzido pela ClearSale, o Brasil registrou 5,6 bilhões de tentativas de fraudes no ano passado. O estudo analisou 312,2 milhões de pedidos realizados em e-commerce brasileiro, feitos via pagamento por cartão de crédito, que totalizaram R$ 5,8 bilhões em ações fraudulentas. Em comparação com o ano passado, as tentativas de fraude apresentaram uma queda de 0,3%, mas os valores ainda foram 4,8% maiores do que em 2021

A novidade para 2022 são os dois novos recortes:  Ticket Médio das Fraudes, que teve um aumento em comparação com o ano passado, registrando R$ 1.046, em 2022, contra R$ 981, em 2021. E o Marketplace, o segmento apresentou 972 mil tentativas de fraudes, e seu ticket médio da fraude é de aproximadamente 2,4 vezes o ticket médio dos pedidos positivos. 

Para o diretor presidente da ClearSale, Eduardo Mônaco, os números de 2022 apontam um crescimento controlado nas tentativas de fraudes no Brasil, em razão da desaceleração do comércio eletrônico. “Como era esperado, o ano de 2022 foi marcado por um crescimento moderado do e-commerce brasileiro e pelas incertezas financeiras do consumidor para 2023. Tais fatores contribuíram para a queda diante dos anos anteriores, porém, o período ainda apresentou altos números de golpes, e os consumidores e varejistas precisam ficar atentos”, explica. 

Ainda de acordo com o executivo, “O número de fraudadores no e-commerce é equivalente a quantidade de consumidores que migram para o varejo digital todos os dias, tendo em vista que os golpistas procuram vigiar os comportamentos destas pessoas para enganá-las. Algumas das principais ferramentas utilizadas são a fragilidade emocional dos consumidores, que acabam sendo atraídos pelas falsas narrativas criadas e a exclusão digital, fortemente presente no Brasil. É imprescindível que as instituições possuam medidas firmes para combater este crime”, reforça.

Entre as categorias que mais sofreram tentativas, estão celulares (8,2%), com um ticket médio de R$2.650, eletrônicos (8,0%), representando R$2.442 e informática (4,3%), com R$2.589. Estas também foram as líderes em 2021, com apenas uma mudança: o terceiro lugar foi ocupado pela categoria automotivos, que este ano segue para o quarto lugar (3,4%).

Além disso, as regiões também foram analisadas. Como no ano anterior, a região Norte segue na dianteira, com o maior índice de tentativas de fraude sobre a quantidade total de transações, sendo 3,4%. Ela também é a primeira no ranking do ticket médio da tentativa de fraude com o valor de R$1.420,00. Seguida pelo Nordeste (2,8%); Centro Oeste (2,5%), Sudeste (2,1%) e Sul (1,1%).

O Mapa da Fraude mostra também que o público masculino é o que mais sofre com tentativas de fraudes, sendo 3,1%, enquanto o público feminino representa 1,5% do número de fraudes. Em relação à faixa etária, pessoas de até 25 anos foram as que mais sofreram tentativas, totalizando 4%, seguido pelo grupo de pessoas acima de 51 anos (2,1%). 

As datas onde mais ocorrem tentativas também foram analisadas. Quanto ao dia, a maior concentração de tentativas de fraude é de terça a quinta-feira, onde o ticket médio da fraude gira em torno de R$1.230. Já em meses, o período de fevereiro a maio apresenta os maiores números de tentativas. Ademais, os fraudadores costumam agir de madrugada, tendo em vista que as maiores taxas de tentativas se concentram das 01:00 às 04:00.

Por fim, foi analisado quais datas comemorativas mais são utilizadas pelos fraudadores. Segundo o estudo, as datas comemorativas que mais apresentaram tentativas foram o Dia das Mães (2,5%), Dia do Consumidor (2,2%) e Dia dos Namorados (2,1%). Já a Black Friday apresentou (1%). Além disso, neste período os golpistas procuram produtos com preços maiores, em 2022, o ticket médio dos pedidos fraudulentos foi de R$1.463, número 21,3% maior do que na Black Friday de 2021. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Redação DMI

Artigos: 1795