Brasil e China preparam acordos na área de TICs

Ministro das Comunicações participa de comitiva, junto a empresários de diversos setores. Governo confirma visita à Huawei.
TICs é um dos setores prioritários nas reuniões diplomáticas entre Brasil e China (Foto: Alan Santos/PR)

Comitiva do governo federal e empresários de diversos setores desembarcam na China neste domingo, 26. Há expectativa de firmar acordos na área de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs).

Em nota publicada nesta sexta-feira, 24, o Ministério das Comunicações (MCom) confirma a presença do ministro Juscelino Filho e informa que ele “assinará um Memorando de Entendimento com os chineses para o intercâmbio de informações sobre TICs, tecnologias da informação e comunicações”.

“O acordo, além de promover as pequenas e médias empresas dos dois países, deve proporcionar a troca de visões sobre as principais pautas de tecnologias da informação e da comunicação nos foros internacionais como União Internacional de Telecomunicações (UIT) e G20”, consta na nota. 

Juscelino estará em visita técnica ao Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Huawei, em Shanghai. “Com o avanço do 5G no Brasil, é importante estarmos cada vez mais próximos das grandes empresas globais, conhecer seus campos de pesquisa e de desenvolvimento de tecnologias, para que nos tornemos, em breve, um polo do setor para o mundo”, comentou o ministro.

Ao Tele.Síntese, a Huawei afirmou que “acredita que a colaboração entre o Brasil e a China é essencial para o crescimento de ambos os países e gostaria de contribuir com a aproximação desta relação bilateral, representando um exemplo positivo nesta cooperação”.

A comitiva conta também com a ministra Luciana Santos, da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Entre os acordos já confirmados pelo órgão é o protocolo para o desenvolvimento conjunto do Satélite Brasileiro de Recursos Terrestres (CBERS-6), visando aprimorar o monitoramento da floresta amazônica. 

Programação

O presidente Lula chegará após a comitiva. Ele precisou adiar a partida, que agora ocorrerá no domingo, 26, por conta de uma pneumonia. A agenda dele prevê reuniões diplomáticas com o presidente da China, Xi Jinping, com o primeiro-ministro da China, Li Qiang, e com o presidente da Assembleia Popular Nacional, Zhao Leji. Juscelino Filho acompanhará estas agendas. 

A programação inclui ainda visita à sede do Novo Banco de Desenvolvimento, em Xangai, entidade criada pelos BRICS (grupo formado por Brasil, China, Índia, Rússia e África do Sul) para fomentar projetos entre os países. 

A comitiva ainda estará em outros dois eventos, com participação de centenas de empresários brasileiros. O maior encontro é promovido pela Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível e pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), com participação de cerca de 240 executivos.

O outro evento é promovido pelo Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri), com cerca de 100 empresários.

Avatar photo

Carolina Cruz

Repórter com trajetória em redações da Rede Globo e Grupo Cofina. Atualmente na cobertura dos Três Poderes, em Brasília, e da inovação, onde ela estiver.

Artigos: 838