BNDES cita telecom em meta de ‘dobrar desembolsos’

Segundo diretor de planejamento e estruturação de projetos da estatal, infraestrutura deve ser uma das mais beneficiadas nos próximos anos. Objetivo é aumentar liberações gradualmente até 2024.
BNDES cita telecom em meta de 'dobrar desembolsos'
BNDES apresentou balanço de desembolsos e lucros e citou desafios de conectividade para o futuro | Foto: Freepik

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta terça-feira, 16, a intenção de “dobrar” os atuais desembolsos de crédito até 2026. O diretor de Planejamento e Estruturação de Projetos da estatal, Nelson Barbosa, citou os serviços de telecom entre os setores a serem mais beneficiados, por meio das destinações para infraestrutura, que é prioritária.

“Tem toda uma questão de conectividade, de banda larga, 5G, [o investimento em] infraestrutura tem que crescer em relação ao atual”, disse Barbosa

A declaração ocorreu em coletiva para divulgar o resultado do primeiro trimestre do BNDES. Os dados mostram que o setor  de infraestrutura recebeu 5,5 bilhões do BNDES no primeiro trimestre deste ano, uma redução de 5,7% em relação ao mesmo período do ano passado. 

Quando a comparação é feita em relação ao último trimestre de 2022, a diferença é ainda maior, de 65,4%. De acordo com as análises do banco, esse resultado é impactado por variação sazonal e pelo fato de parte dos clientes terem antecipado as operações no final do ano passado por conta da TLP (taxa de longo prazo) reduzida no período. 

Considerando todos os setores, o BNDES desembolsou 19,1 bilhões no primeiro trimestre deste ano. O lucro líquido foi de R$ 1,7 bilhão, uma diminuição de 28,4% em relação a igual período de 2022.

Fust

O BNDES é o agente financeiro do Fust (Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações) e tem feito reuniões com operadoras neste mês, com participação do Ministério das Comunicações (MCom). A pasta afirmou que as linhas de crédito contarão com  R$ 1,17 bilhão. No entanto, não detalhou quais modalidades e projetos. 

A ata das mais recentes reuniões do Conselho Gestor do Fust, ocorridas no final de março e início de abril, não foram divulgadas, quando projetos do BNDES foram aprovados, não foram divulgadas.

Uma das propostas apresentadas pelo banco, que levar 5G para favelas, partirá do interesse das operadoras, primeiras consultadas sobre os locais de atuação em projeto piloto.

Avatar photo

Carolina Cruz

Repórter com trajetória em redações da Rede Globo e Grupo Cofina. Atualmente na cobertura dos Três Poderes, em Brasília, e da inovação, onde ela estiver.

Artigos: 847