Anatel propõe ampliar espectro para a banda S, telefonia celular por satélite

A Anatel está destinando 60 MHz para o Serviço Móvel Global por Satélite na faixa de 1,9 GHz, ao invés de 40 MHz anteriormente propostos.

O conselho diretor da Anatel aprovou hoje, 15, consulta pública por 30 dias, para a  destinação das faixas de frequências para a banda S. Embora a agência estabeleça que essa faixa seja usada para os serviços de celular terrestre, telefonia fixa, banda larga e serviço privado, ele tem a destinação prioritária para  o Serviço Móvel Global por Satélite (SMGS).

O conselho decidiu por nova consulta pública, visto que ampliou o tamanho da faixa anteriormente proposta na consulta pública realizada há cerca de dois anos. Antes, a agência destinava 40 MHz para esse serviço, agora, propõe ampliar mais 20 MHz, para 30 MHz + 30 MHz.

Essa proposta é para as faixas de 1.980 MHz a 2.010 MHz (Terra para Espaço) e de 2.170 MHz a 2.200 MHz (Espaço para Terra). Segundo seu relator, conselheiro Aníbal Diniz, “a proposta de 30 + 30 MHz é coerente com o cenário atual do setor e alinha-se às destinações internacionais”. (com assessoria de imprensa).

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10485