Abinee: indústria eletroeletrônica mais otimista em julho

Mais da metade das indústria do setor registraram aumento de encomendas em relação a julho de 16.

shutterstock_ Baloncici_infraestrutura_industria_producao

Os principais indicadores da indústria eletroeletrônica apontados na sondagem de conjuntura realizada em julho apresentaram melhora em relação às pesquisas anteriores, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). Segundo o levantamento, 54% das empresas indicaram crescimento nas vendas/encomendas em relação ao igual mês do ano passado. Esse foi o maior percentual registrado desde fevereiro de 2014, quando 61% das entrevistadas deram essa indicação.

Também foi observada, pelo terceiro mês consecutivo, queda no total de empresas que indicou retração nas vendas/encomendas) em relação ao mesmo mês do ano passado. O indicador recuou de 34% em maio para 32% em junho e para 31% em julho. Na comparação com o mês imediatamente anterior, o indicador também apresentou melhora. Em junho, 43% das empresas informaram queda nas vendas/encomendas em relação a maio; já no mês de julho, o total de empresas que indicou retração passou a 36% as indicações de queda das vendas e encomendas.

De acordo com a maioria das empresas consultadas (mais de 70%), os níveis de estoques, tanto de componentes e matérias-primas como de produtos acabados, estão dentro da normalidade.

Expectativas

De acordo com a sondagem, 61% das empresas consultadas projetam crescimento nas vendas/encomendas para 2017 em relação ao ano passado, enquanto 23% têm perspectiva de queda e 16% acreditam em estabilidade.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10568