Vivo e Claro avançam na banda larga fixa em março; base da Oi diminui

Total de acessos chegou a 48,31 milhões, indicam dados reportados à Anatel; marcas da Telefónica e da América Móvil adicionaram mais de 30 mil clientes no terceiro mês do ano
Vivo e Claro lideram adições de clientes de banda larga fixa em março
Vivo e Claro lideraram as adições de clientes de banda larga fixa em março (crédito: Freepik)

Assim como em fevereiro, a Vivo e a Claro foram os destaques em termos de adições de clientes no segmento de banda larga fixa em março, de acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgados nesta semana. A Oi, mais uma vez, perdeu assinantes, ainda que em montante significativamente menor do que nos meses anteriores.

Conforme os dados, a base da Claro chegou a 10,06 milhões de assinantes. A operadora ganhou cerca de 31 mil clientes no terceiro mês do ano (percentualmente, a alta foi de 0,3%).

Os números da Vivo foram ainda melhores. A marca do Grupo Telefónica teve um saldo positivo de 38 mil acessos em março. Com isso, passou a contar com 6,79 milhões de clientes de banda larga fixa (a base avançou 0,6%).

Já a Oi terminou o primeiro trimestre do ano com 4,74 milhões de clientes. Na prática, em março, cerca de 10 mil clientes cancelaram o serviço, tendo em vista que, em fevereiro, a base da operadora somava 4,75 milhões.

Vale destacar que, no intervalo de 12 meses, a Oi perdeu aproximadamente 252 mil assinantes – em março de 2023, a carteira de internet fixa contava com 5 milhões de clientes.

Em geral, o mercado somava 48,31 milhões de acessos de banda larga fixa em março. O número representa um avanço de 3,9% em relação ao mesmo período do ano passado (46,5 milhões). A Anatel costuma atualizar os dados ao longo do mês, adicionando números de provedores menores. Desse modo, é possível que o total de março seja maior do que número informado.

Provedores

Os provedores de serviços de internet (ISPs) também ampliaram as bases em março. Os destaques ficaram por conta da Brisanet e da Desktop, que ganharam cerca de 10 mil assinantes naquele mês, chegando a um total de 1,32 milhão e 1,04 milhão, respectivamente.

Na liderança entre os provedores regionais, a Alloha Fibra alcançou 1,57 milhão de acessos, com 4 mil novos efetivados em março. As bases da Algar (817,6 mil) e da Unifique (752,9 mil) foram incrementadas em cerca de 6 mil e 3 mil clientes, respectivamente. A TIM, por sua vez, ficou praticamente estável, com 813 mil acessos de banda larga fixa.

Desse modo, entre os maiores ISPs, a exceção foi a Vero (somando os números da America Net, ainda reportados separadamente). O provedor terminou março com 1,34 milhão de acessos, registrando pouco mais de 1 mil desconexões.

Avatar photo

Eduardo Vasconcelos

Jornalista e Economista

Artigos: 848