Vivendi assume o comando do conselho da Telecom Italia

Em reunião, executivos revêem cargos e alçam CEO da Vivendi à posição mais elevada do board.

Arnaud-de-Puyfontaine-by-Dr

O presidente de Vivendi é a partir de hoje,01, também o presidente do conselho de administração da Telecom Italia (dona da TIM Brasil). O movimento foi decidido hoje, após reunião para rever os efeitos do aval dado pela Comissão Europeia para a francesa assumir a operadora italiana.

O conselho de administração da Telecom Italia se reuniu e redefiniu os cargos, alçando Arnaud Roy de Puyfontaine (foto) ao cargo de presidente do board, e nomeando Giuseppe Recchi vice-presidente. Flavio Cattaneo permanece como CEO da operadora. Ele e Recchi agora fazem parte da minoria italiana do conselho. Eles foram mantidos, ainda, como integrantes do comitê de estratégia.

A Vivendi entrou na Telecom Italia em 2015, quando vendeu a GVT para a Telefónica. Como parte do pagamento, a Telefónica deu à Vivendi as ações que tinha na Telco, empresa que controlava a Telecom Italia e que foi dissolvida. Isso representava cerca de 8% das ações da operadora italiana.

A Vivendi foi ao mercado e comprou mais papeis ao longo de 2015 e 2016, até chegar próxima dos 25% de participação, se tornando a maior acionista individual da Telecom Italia. Para assumir o controle em definitivo e ampliar sua fatia, a empresa precisou pedir autorização da Comissão Europeia e do governo da Itália, que impuseram restrições – a venda da subsidiária Persidera. Até o momento não está claro qual porcentual acionário a Vivendi espera deter na Telecom Italia.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10572