TIM leva 4G a rodovias da concessionária Way, do Mato Grosso do Sul

TIM vai cobrir, até 2024, 600 km de rodovias no Mato Grosso do Sul. Com acordo, empresa chega a 1,45 mil km cobertos com seu sinal móvel.

Crédito Freepik

A TIM e as Concessionárias Way112 e Way306, do Grupo Way Brasil, anunciam uma parceria para levar o 4G a 600 quilômetros de rodovias do Mato Grosso do Sul. O acordo prevê que o sinal da operadora cubra toda extensão da MS-112, trecho da BR-158, BR-436 e MS-306.

O projeto beneficia cerca de 30 mil veículos que circulam diariamente nas vias. A tele diz que em 2023 alcançou a marca de 1.450 km de cobertura em rodovias nacionais.

Além dos carros em circulação, o sinal abrange comunidades que vivem próximas às estradas. São 276 mil moradores em 8 municípios, povoados e vilas, 108 escolas públicas e 46 unidades de saúde.

O projeto de implementação será dividido em três fases, e se inicia na cidade de Cassilândia. Ao longo de 2023, os demais municípios das rodovias MS-112, BR-158, BR-436 receberão as obras para instalação das torres e equipamentos de transmissão.

O trabalho deve se estender em 2024, ano de sua conclusão, com a implementação da cobertura 4G na MS-306.

“Nossa parceria com a TIM permite entregar os melhores serviços, indo além das nossas obrigações contratuais, conectando coisas e pessoas”, comemora Paulo Nunes Lopes, Diretor Presidente do Grupo Way Brasil.

Para Alberto Griselli, CEO da TIM Brasil, a presença da operadora em contratos de cobertura em estradas brasileiras reforça o compromisso de estar em todo o território: “Estamos ampliando nosso trabalho a rodovias, apoiando mais segurança viária, mais conforto a motoristas e passageiros, e beneficiando toda uma região. Com um trabalho robusto, resiliente e sustentável, estamos chegando aos quatro cantos do Brasil”, diz.

O projeto prevê cobertura que permita a oferta de soluções baseadas em informações georreferenciadas, em tempo real. Para empresas e o setor de logística, o incremento na cobertura 4G, associada à tecnologia NB-IoT, facilita o rastreamento e telemetria em veículos, além de habilitar comunicação e controle de frotas.

Para a concessionária, permite comunicação entre as equipes, gestão de tráfego, sistemas de chamada de emergência nas estradas e a possibilidade de monitorar a integridade das estruturas, além de recursos de segurança. No futuro, será possível implementar serviços de cobrança. E para as comunidades e vilarejos lindeiros, a conectividade permite maior inclusão digital. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10568