Controladora da TIM Brasil emitirá R$ 4,2 bilhões em debêntures

Os títulos serão voltados a investidores profissionais às suas empresas controladoras, dentro das atividades de refinanciamento do grupo Telecom Italia.
(crédito: Divulgação TIM )

A TIM Brasil aprovou a primeira emissão pública de debêntures da companhia. Ela terá o valor total de R$ 4,2 bilhões e os títulos serão voltados a investidores profissionais às suas empresas controladoras, dentro das atividades de refinanciamento do grupo Telecom Italia.

A data de emissão das debêntures da TIM será a que for determinada na Escritura de Emissão e elas serão simples, ou seja, não conversíveis em ações de emissão da companhia. A empresa ainda informou que serão da espécie com garantia real, nos termos do artigo 58 da Lei das Sociedades por Ações.

A TIM disse ainda que a emissão ocorrerá em uma série única com prazo de vencimento de cinco anos. Não haverá preferência para subscrição das debêntures pelos atuais acionistas ou controladores diretos ou indiretos da empresa.

Amortização

O saldo do Valor Nominal Unitário das Debêntures será amortizado trimestralmente, sendo a primeira amortização devida em 25 de julho de 2024.  As debêntures da TIM farão jus a juros remuneratórios correspondentes à variação acumulada de 100%  da taxa DI, acrescido, exponencialmente, de spread no montante de 2,30% ao ano.  Confira o comunicado aqui.

Esta semana a empresa também informou que antecipou para 12 de julho o pagamento de Juros Sobre Capital Próprio no valor de R$ 290 milhões. Esse  pagamento, inicialmente previsto para o dia 25 de julho de 2023, manteve as condições originalmente informadas.

A companhia deverá anunciar em breve os resultados do segundo trimestre deste ano. Segundo projeção do BTG Pactual o lucro da operadora, assim como da Vivo, deve crescer consideravelmente no período. Além disso, a estimativa indica alta nas receitas, com destaque para segmento móvel, o qual deve superar com folga a inflação acumulada. A expectativa é de que o aumento do preço dos serviços e o fim do contrato de migração de clientes com a Oi também favoreçam os números

 

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10563