Telefónica estuda comprar a ClientCo da Oi, segundo agência de notícias

Reportagem da Reuters indica interesse da Telefónica em adquirir o negócio de banda larga em fibra da Oi, a ClientCo., colocado à venda em outubro

(crédito: Oi/Divulgação)

A agência de notícias Reuters publicou na última semana texto no qual afirma que o grupo Telefónica, dono da Vivo no Brasil, pretende fazer uma oferta pelos negócio de banda larga em fibra da Oi, a ClientCo. A publicação afirmou que a informação foi repassada por quatro fontes a par das tratativas.

A ClientCo. está oficialmente à venda desde outubro. O BTG é um dos bancos contratados para realizar as sondagens de mercado. A unidade tem 4 milhões de assinantes, e como compromissos, tem o uso da rede neutra da V.tal.

O grupo Telefónica já estaria traçando proposta junto a assessores financeiros, segundo as fontes da Reuters, ressaltando porém que as “deliberações” são ainda “preliminares”.

O interesse em analisar o negócio já foi publicamente manifestado por Christian Gebara, CEO da Vivo. Em outubro, ao comentar o início das sondagens pela Oi, ele ressaltou que a companhia não deixa de avaliar oportunidades de consolidação, o que, no entanto, não significa que os negócios serão levados a cabo. À época, chegou a afirmar que os contrato das Oi com a V.tal poderiam desincentivar o negócio por conta de eventuais sobreposições de rede.

Outras fontes ouvidas pela Reuters disseram que também Claro e TIM deve considerar dar lances pela ClientCo. Conforme o plano de recuperação judicial da Oi, que ainda precisa ser aprovado por credores e passar por homologação da Justiça, ao menos 40% das ações da ClientCo. seriam vendidas em 2025. A expectativa era levantar R$ 4,8 bilhões.

No mesmo texto, as fontes afirmam que as propostas a serem apresentadas tendem a ficar muito abaixo dessa expectativa devido à condição financeira da Oi atualmente. Também entraria na conta o custo para migração dos clientes caso decida-se deixar a rede neutra hoje utilizada.

Aqui, a reportagem da Reuters, em inglês.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10383