T-Mobile e Sprint estudam venda de divisão de pré-pagos para obter aval à fusão

Empresas analisam ainda abrir mão de espectro ou permitir acesso a sua rede a um entrante no mercado de telecom norte-americano.

As operadoras norte-americanas T-Mobile e Sprint, terceira e quarta maiores no mercado móvel, em quantidade de usuários, dos Estados Unidos, estudam venda de ativos para garantir que os reguladores aprovem a fusão entre as empresas.

Conforme o site Bloomberg, ambas cogitam vender a unidade de serviços móveis pré-pagos na tentativa de convencer, desta forma, o Departamento de Justiça e a Federal Communications Commission (FCC) de que a união não vai reduzir a competição no mercado celular dos EUA.

Segundo o site, o mercado pré-pago é considerado sensível pelos reguladores por atender à parcela mais pobre da população. Com um competidor a menos, haveria queda na competição e possível elevação dos preços. Outro plano em análise seria a venda de outorgas de espectro, ou mesmo a proposta de vender acesso à rede a um novo competidor no mercado móvel.

A expectativa das empresa é concluir o negócio no começo do próximo trimestre. No passado, as empresas já fizeram concessões, entre as quais, não utilizar equipamentos chineses em suas redes. Se aprovado como está, o negócio movimentaUS$ 26 bilhões e forma uma empresa com 126 milhões de usuários, menor, portanto, que Verizon e AT&T.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10485