Société Mondiale convoca assembleia de acionistas da Oi, por conta própria

Fundo publicou convocação em jornais, diante da recusa do conselho de administração em ceder aos pedidos

two business man fighting with sword,business concept,illustration,vector, disputa, luta, conflito, espadas, força, entidadesDiante das evasivas do atual conselho de administração da Oi, o acionista minoritário Société Mondiale decidiu convocar seus pares, por conta própria. A convocação foi publica hoje, 09, em diferentes jornais. Na pauta na assembleia, caso de fato venha a se realizar, estão dois itens: a destituição do conselho de administração da concessionária e a abertura de ação por crime de responsabilidades contra os gestores da companhia.

Os itens são os mesmos já manifestados à Oi pelo fundo, e mais tarde rechaçado sob o argumento de que a realização de assembleia depende de autorização da Justiça. Segundo o conselho de administração, nenhuma decisão do conselho – inclusive a convocação de uma assembleia de acionistas – pode ser tomada sem aval do tribunal em que corre o processo de recuperação judicial da operadora.

O fundo Société Mondiale, gerido pela Bridge Administradora de recursos, e ligado ao investidor Nelson Tanure, famoso por negociar empresas em dificuldades, convoca os acionistas para reunirem-se dia 8 de setembro, às 16h, na sede da Oi, no Rio de Janeiro. Propõe, ainda, que cada ação preferencia e ordinária represente um voto, e que a Pharol (Bratel), maior acionista individual da Oi hoje, seja impedida de votar.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10485