Sites da Americanas e Submarino seguem fora do ar

Companhia dona das duas marcas identificou um 'acesso não autorizado' e suspendeu 'proativamente' os sites desde domingo, 20.
Sites da Americanas e Submarino seguem fora do ar - Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

Os sites das lojas Americanas e Submarino seguem fora do ar desde a madrugada de domingo, 20. A Americanas S.A., dona das duas marcas, informou um “acesso não autorizado” em nota divulgada ao mercado e afirma que está trabalhando em uma solução.

Segundo o comunicado, foram desabilitados servidores do ambiente de e-commerce enquanto a equipe técnica trabalha para normalizar a situação o mais rápido possível. Ainda não há previsão de quando isso ocorrerá.

Durante a primeira suspensão, a Americanas havia afirmado que não havia evidência de comprometimento na base de dados e as lojas físicas estavam abertas e operando normalmente. Nesta segunda, no entanto, a companhia disse que identificou um novo acesso não autorizado e que trabalha para avaliar a extensão do evento e reestabelecer a segurança na plataforma.

“A Americanas informa que voltou a suspender proativamente parte dos servidores do ambiente de e-commerce na madrugada deste domingo (20/02) e acionou prontamente seus protocolos de resposta assim que identificou acesso não autorizado. A companhia atua com recursos técnicos e especialistas para avaliar a extensão do evento e normalizar com segurança o ambiente de e-commerce o mais rápido possível. A companhia reitera que trabalha com rígidos protocolos para prevenir e mitigar riscos”, disse a Americanas S.A. em nota.

A publicação ainda informa que as lojas físicas não foram impactadas pelo ataque e seguem com operação normal, mesmo com a desativação de alguns dos servidores da empresa.

O problema também afeta os aplicativos das marcas. Ao acessar os apps, não é possível acessar produtos ou realizar compras.

O Shoptime, outra loja que pertence à marca, segue funcionado. Os consumidores podem realizar o login, acessar produtos e verificar o status de pedidos.

 

Avatar photo

Redação DMI

Artigos: 1782