Ricardo Ramos vai tocar a Finame

O diretor do BNDES Ricardo Ramos vai dirigir também a Finame, linha de crédito para bens de capital, que teve várias mudanças importantes no início deste ano.
Foto: BNDES
Foto: BNDES

Ricardo Luiz de Souza Ramos foi indicado pela diretoria do BNDES, da qual faz parte, para dirigir a Agência Especial de Financiamento Industrial – Finame. Sua nomeação foi publicada hoje, 25,  no DOU.

No início deste mês, o banco anunciou uma nova política operacional e modificou várias das linhas de financiamento disponíveis, entre elas a da Finame, voltada para máquinas e equipamentos. Agora, o financiamento passará a ter apenas três linhas: aquisição, produção e modernização de bens de capital. A nova Finame vai incorporar a antiga Finame Agrícola, enquanto a Finame Leasing foi extinta.

Os prazos também mudaram e foram esticados de cinco para 10 anos a custo integral pela TJPL (atualmente em 7,5% ao ano).

A participação máxima do BNDES nos financiamentos da Finame será variável.  Para aquisição de bens de capital por grandes empresas, o padrão passa a ser máximo de 60% do custo em TJLP. Apenas no caso de bens com maior eficiência energética, como ônibus e caminhões híbridos, elétricos e movidos a combustíveis limpos, ela poderá chegar à condição incentivada, isto é, 80% do custo do financiamento em TJLP.

No caso de micro, pequenas e médias empresas, também haverá redução.  A fatia em TJLP passa para até  70% este ano, chegando a um teto de 60% em 2019.

Classificação de MPME

A nova política operacional do BNDES alterou a classificação de porte das micro, pequenas e médias empresas (MPME). O corte passou de R$ 90 milhões para R$ 300 milhões de receita operacional bruta anual para enquadramento na categoria.

A ideia é ampliar o acesso ao crédito a este segmento. A estimativa é que cerca de 1,5 mil empresas possam obter financiamento em melhores condições.  (com agências)

 

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10693