Microsoft vai investir 2,5 bilhões de libras em IA no Reino Unido

Companhia busca expandir a infraestrutura de data centers dedicados à tecnologia, sobretudo em Londres e Cardiff; montante é o maior investimento da big tech no território britânico
Microsoft anuncia investimento recorde em IA no Reino Unido
Investimento da Microsoft em IA é o maior já feito pela empresa no Reino Unido (crédito: Freepik)

A Microsoft se comprometeu a investir 2,5 bilhões de libras (aproximadamente R$ 15,5 bilhões) no Reino Unido nos próximos três anos. O objetivo é expandir a sua infraestrutura de data centers dedicados à Inteligência Artificial (IA) no país.

Em comunicado, o governo britânico informou que a big tech vai mais do que duplicar o seu parque de centros de dados e formar mais de 1 milhão de pessoas especializadas em IA. O acordo ainda prevê que a Microsoft instale mais de 20 mil GPUs no Reino Unido, com a intenção de impulsionar o desenvolvimento de modelos de IA e de machine learning.

O montante anunciado se trata do maior investimento da Microsoft no Reino Unido em toda a história da empresa.

Na prática, será usado para ampliar a infraestrutura de IA da companhia norte-americana em locais como Londres, capital do Reino Unido e da Inglaterra, e Cardiff, capital do País de Gales. O aporte também poderá ser destinado a uma potencial expansão da empresa no norte do território inglês.

Vale lembrar que o anúncio do investimento ocorre na mesma semana em que as autoridades britânica e norte-americana de segurança cibernética divulgaram um conjunto de diretrizes para garantir o desenvolvimento seguro de IA. Instituições semelhantes em outras 16 nações já manifestaram apoio ao documento.

Segundo o governo do Reino Unido, o agrupamento de países (Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e Gales) representa o principal centro tecnológico de toda a Europa, superando em duas vezes a Alemanha e em três vezes a França. O setor de IA contribui com 3,7 bilhões de libras (R$ 23 bilhões) para a economia britânica e emprega cerca de 50 mil pessoas.

“A Microsoft é uma das fundadoras da tecnologia moderna e o anúncio de hoje é um ponto de inflexão para o futuro da infraestrutura e do desenvolvimento de IA no Reino Unido”, afirmou o primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak.

“O Reino Unido iniciou a conversa global sobre IA no início deste mês, e o investimento histórico da Microsoft é mais uma prova do papel de liderança que continuamos a desempenhar na expansão das fronteiras da IA para aproveitar os seus benefícios econômicos e científicos”, acrescentou, em nota.

Avatar photo

Eduardo Vasconcelos

Jornalista e Economista

Artigos: 711