Mercado Livre recebe US$ 233 mi para ampliar oferta de crédito

O Mercado Livre pretende investir US$106 milhões para a oferta de crédito no Brasil e US$127 milhões serão destinados ao México.
Mercado Livre recebe US$233 mi para ampliar oferta de crédito - Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

O Mercado Livre anunciou nesta segunda-feira, 11, que o Mercado Pago – fintech da companhia – recebeu uma nova linha de financiamento privado de US$ 233 milhões do Goldman Sachs. Desse montante, US$ 106 milhões destinam-se à ampliação da capacidade de crédito para pessoas físicas e pequenas e médias empresas no Brasil, e US$ 127 milhões correspondem ao México.

Assim, o Goldman Sachs atinge um total de US$ 485 milhões em injeções de capital no braço de crédito do Mercado Livre entre 2021 e 2022.

“No Mercado Pago somos movidos pelo propósito de aproximar soluções e gerar mais oportunidades para milhões de latino-americanos, com uma oferta de crédito inovadora e adaptada às suas necessidades e capacidades. Este investimento do Goldman Sachs nos incentiva a continuar trabalhando para que milhares de pessoas, empreendedores e PMEs possam aproveitar todo o seu potencial”, disse Facundo Cuppi, Diretor de Estratégia e Operações de Crédito do Mercado Crédito.

“Estamos extremamente entusiasmados em continuar a parceria com o Mercado Livre para promover a inclusão financeira e o acesso ao crédito na América Latina. O Mercado Crédito e todo o ecossistema do Mercado Livre são uma plataforma única para melhorar o fluxo de capital para empresas sem acesso a crédito no sistema financeiro tradicional”, disse Santiago Rubin, Diretor Geral, Head de Mídia Tecnológica e Telecom para América Latina do Goldman Sachs.

As linhas de crédito do Mercado Pago disponíveis na América Latina já atingem a concessão de mais de US$ 7,551 milhões, totalizando 175 milhões de empréstimos destinados ao consumidor e capital de giro para PMEs.

(com assessoria)

Avatar photo

Redação DMI

Artigos: 1795