Investo lança ETFs de renda fixa internacional na B3

Outras corretoras também estão lançando ETFs acessíveis aos investidores em geral de olho no atual cenário financeiro mundial.
Investo lança ETFs de renda fixa internacional na bolsa brasileira - Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

De olho no atual cenário financeiro e de investimentos mundiais, a Investo, gestora especializada em ETFs, lançou nesta quarta-feira, 13, dois novos ETFs direcionados a investimentos em títulos globais de renda fixa, o BNDX11 e o USDB11. Os ETFs são inéditos no mercado brasileiro, que até agora não tinha ETFs de renda fixa internacionais, e ambos replicam índices de renda fixa da Bloomberg Index Services Limited, uma das principais fornecedoras de classe mundial de benchmarks e índices globais.

O BNDX11 e USDB11 investem em ETFs listados na bolsa norte-americana Nasdaq, o BNDX e no BNDem, respectivamente. Ambos são da gestora Vanguard, a segunda maior do mundo, com cerca de US$ 8 trilhões sob gestão, apenas atrás da BlackRock. Esses dois produtos juntos alcançam US$ 400 bilhões sob gestão, enquanto todos os ETFs brasileiros atingem US$ 10 bilhões.

Para Cauê Mançanares, CEO da Investo, realizar investimentos em produtos como o BNDX11 e USDB11 ajudam a diminuir a volatilidade da carteira. “Os investimentos em títulos de dívida, conhecidos como Bonds, sempre tiveram muito destaque e boa receptividade no mercado financeiro para diversificação de carteiras. Os ETFs da Investo irão investir em ETFs da Vanguard, o BNDX e o BND. Isso reforça a importância de que produtos como o BNDX11 e USDB11 precisam estar disponíveis ao investidor brasileiro”, explica.

O BNDX11 é produto que investe no ETF BNDX (Vanguard Total International Bond ETF), listado na bolsa americana Nasdaq, que busca retornos de investimento que correspondam ao índice Bloomberg Global Aggregate ex-USD Float Adjusted RIC Capped Hedged to USD Index. Além disso, o BNDX é uma aplicação que detém cerca de 6 mil títulos majoritariamente de países desenvolvidos, excluindo os Estados Unidos, com abrangência global. Este ETF é gerido pela gestora Vanguard, uma das maiores gestoras de fundos de investimento do mundo, com mais de US$ 7 trilhões sob gestão.

Com valor de aquisição de aproximadamente R$ 100 por cota, a taxa de administração do BNDX11 é de 0,25% ao ano. Por ser um ETF de renda fixa de longo-prazo, os impostos incidentes sobre o investimento são de 15% sobre o rendimento obtido.

O USDB11, por sua vez, é um ETF que investe no ETF BND (Vanguard Total Bond Market ETF), listado na bolsa americana Nasdaq, que busca acompanhar o desempenho do Bloomberg US Aggregate Bond Float Adjusted Index.  O ETF BND detém cerca de 10 mil títulos americanos corporativos tributáveis com grau de investimento do Tesouro dos Estados Unidos, hipotecários e ativos com vencimentos curtos, intermediários e longos, superiores a um ano, resultando em uma carteira de duração intermediária. Nos Estados Unidos, ele possui cerca de US$ 300 bilhões sob gestão.

O índice replicado (Bloomberg US Aggregate Bond Float Adjusted Index) é direcionado ao mercado de títulos de renda fixa denominados em dólares americanos, com grau de investimento, tributáveis e com vencimentos de pelo menos um ano. Além disso, o BND oferece um portfólio diversificado a um custo baixo, e tem uma das mais amplas cestas de títulos – mais de 10.000 emissões. O ETF é gerido, também, pela gestora Vanguard.

Assim como o BNDX11, o USDB11 pode ser adquirido pelo valor de R$ 100 por cota, e sua taxa de administração é de 0,25% ao ano. Por ser um ETF de renda fixa de longo-prazo, os impostos incidentes sobre o investimento são de 15% sobre o rendimento obtido. O USDB11 apresenta um portfólio diversificado, sendo que os títulos com maior representatividade são títulos do tesouro americano, provendo segurança de diversificação do investimento em mais de 10 mil títulos do mercado americano.

Outras casas também lançaram fundos parecidos acessíveis aos investidores em geral, como a XP e a Rico, que passaram a disponibilizar um fundo de renda fixa global que também replica um ETF da Vanguard.

(com assessoria)

Avatar photo

Redação DMI

Artigos: 1785