Intelbras capta R$ 200 milhões do BNDES

Os recursos serão direcionados para o desenvolvimento de produtos e softwares para as áreas de automação e segurança.

Fábrica da Intelbras em Tubação (SC) - Divulgação

A Intelbras irá investir R$ 200 milhões em um Plano de Inovação para o desenvolvimento de produtos para diversas aplicações, como automação e Casa Inteligente, softwares para gerenciamento de equipamentos de segurança eletrônica, sistemas de controle de acesso e soluções de energia. Os recursos virão do BNDES

O crédito de R$ 200 milhões ocorre no âmbito da linha BNDES Mais Inovação, cujo custo financeiro é baseado em TR (Taxa Referencial). O Plano de Inovação da companhia, para o período de 2024 a 2027,  tem seus investimentos compatíveis com as missões de promover a transformação digital da indústria, com base na nova política industrial, que possui metas definidas até 2033.

“O investimento em inovação é a oportunidade que as empresas brasileiras têm para desenvolver tecnologias que hoje são indispensáveis e que vão ditar as regras no futuro, como a inteligência artificial”, afirma José Luís Gordon, diretor de Desenvolvimento Produtivo, Inovação e Comércio Exterior do BNDES.

Intelbras e BNDES

O presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, destaca a retomada do Banco como grande instrumento de fomento ao desenvolvimento nacional, especialmente a partir de ações de financiamento a setores estratégicos da economia. “A neoindustrialização do Brasil é uma diretriz fundamental do governo Lula e, para isso, a atuação do Estado, a partir de uma relação colaborativa e complementar com o mercado, é indispensável”, afirma.

Segundo Rafael Boeing, diretor superintendente financeiro da Intelbras, ” A parceria firmada com o BNDES é essencial para cumprirmos nosso propósito de continuar levando alta tecnologia aos consumidores, além de assegurar os investimentos necessários, algo fundamental para apoiar o crescimento sustentável da empresa”.

Os recursos serão direcionados para o desenvolvimento de produtos e softwares para as áreas de automação e segurança, com o objetivo de integrar sistemas que agregam funcionalidades baseadas em Inteligência Artificial,  e eficiência energética, com soluções de energia solar para carros elétricos, por meio de carregadores veiculares,

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10373