IHS Tecnologia identifica falha de segurança no WhatsApp Web

Por meio da falha, atacantes podem ter acesso a conversas no WhatsApp, incluindo fotos e vídeos. O Facebook já foi notificado sobre a vulnerabilidade
Infographic vector created by Eightonesix - Freepik.com
Infographic vector created by Eightonesix – Freepik.com

Qualquer atacante pode ter acesso ao contexto de mensagens, fotos e conteúdos compartilhados no WhatsApp, afirmou a ISH Tecnologia, empresa de cibersegurança. Em conjunto com a L1 Engenharia, a companhia identificou uma vulnerabilidade crítica no Whatsapp web, desktop e no app da Windows Store.

Com essas informações em mãos, o hacker pode obter uma personificação do usuário e, assim, conseguir vantagens. “Essa vulnerabilidade, além de poder ser explorada de uma maneira muito simples, tem uma rastreabilidade praticamente inexistente”, diz José Paulo Paschoa, Head de SOC da ISH Tecnologia.

Ele também explicou que o funcionamento inadequado abre brechas para o weaponizing.  Essa prática consiste em “transformar um comportamento não necessariamente malicioso em algo com potencial de gerar dano”.

A principal dica neste momento é que os usuários façam logoff da plataforma sempre que não estiverem na frente do computador. A ISH Tecnologia já reportou a vulnerabilidade ao Facebook, grupo que controla o Whatsapp. A plataforma adicionou ao seu sistema criptografia de ponta a ponta em 2016 para prevenir o roubo de informações. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10589