HTC demite e troca celulares por realidade virtual

A fabricante de Taiwan anunciou que vai demitir mais 1.500 empregados

Em mais um movimento para ajustar seus custos ao tamanho da demanda, a fabricante de smartphones de Taiwan anunciou que vai reduzir sua força de trabalho em 1.500 empregados, provocando a queda de suas ações no dia de hoje para o nível mais baixo desde 2015.  As ações da HTC caíram 6,2% no pregão matinal em Taipei.

Em um comunicado, a HTC informou que a mudança será concluída até o final de setembro e foi um “passo necessário”. No ano passado, a empresa vendeu uma equipe de 2 mil funcionários envolvidos na fabricação de smartphones por US $ 1,1 bilhão, juntamente com parte de sua propriedade intelectual, para o Google.

A empresa, desde então, vem reorientando seu negócio para a área de hardware de realidade virtual. (Com noticiário internacional)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10510