Datafolha: 71% acham que juros estão muito altos e Lula certo

A taxa de juros estabelecida pelo Banco Central está em 13,75% desde setembro de 2022.
Datafolha diz que juros estão altos. Crédito-Freepik
Divulgação

Pesquisa Datafolha divulgada na noite de domingo, 2, apurou que 71% dos brasileiros acham que os juros estão mais altos do que deviam. E 80% concordam com o presidente Lula de que ele deve pressionar o Banco Central para baixar essas taxas.

Divulgada na noite de domingo (2.abr.2023), a pesquisa Datafolha sobre os juros no Brasil foi feita em 29 e 30 de março de 2023. 2.028 pessoas com 16 anos ou mais, em 126 municípios em todas as regiões do Brasil, responderam ao questionário. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, e a confiança, de 95%.

Entre os que acham que a taxa de juros está acima do normal, 55% responderam que ela está muito mais alta e 16% enxergam que a taxa está um pouco mais alta do que deveria.

Os que dizem concordar com Lula, o maior apoio para o presidente está entre os brasileiros que recebem até dois salários mínimos (85%) e também nas respostas dos entrevistados com até o Ensino Fundamental concluído (84%).

Desde o início de seu mandato o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se manifesta publicamente contra a taxa de juros estabelecida pelo Banco Central, que está em 13,75% desde setembro de 2022. Há dez dias, logo após a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de mais uma vez manter o patamar em 13,75%, Lula disse que “quem tem que cuidar de Campos Neto é o Senado”, indicando que o chefe do BC deveria prestar esclarecimentos nas comissões temáticas da casa legislativa.

Governo

Para Rui Costa, ministro-chefe da Casa Civil, o programa de investimentos do Governo Federal deve, apesar da alta taxa de juros, fomentar investimentos privados no país e criar uma nova visão para as parcerias público-privadas (PPPs).
“Nós estamos preparando esses números de ações do governo federal [novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento)], sejam de execução direta, ou que envolvam parcerias público-privadas (PPPs)”, apontou o ministro nesta segunda-feira (3/4) em balanço da reunião ministerial com os ministros das pastas dos setores produtivo e institucional, para preparar o balanço dos 100 dias de governo.
(com agências). 

 

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10673