Consultas aos R$ 8 bilhões esquecidos estão disponíveis

O site criado pelo Banco Central para consultas ao dinheiro esquecido pelos brasileiros em instituições financeiras já está disponível.
Consultas aos R$ 8 bilhões esquecidos estão disponíveis - Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

O site criado pelo Banco Central para consultas ao dinheiro esquecido pelos brasileiros em instituições financeiras já está disponível. Depois da interrupção do serviço em janeiro, quando o volume de acessos travou o site do BC, a consulta teve início nesta segunda-feira, 14, em página específica.

No momento da consulta, o cliente saberá se tem valor a receber e, em caso positivo, receberá data e período para consultar e solicitar o resgate do saldo existente. As datas serão agendadas de acordo com o ano de nascimento da pessoa ou da criação da empresa.

Segundo o BC, a consulta inicial poderá ser feita a qualquer momento. Caso o cliente não acesse novamente na data e período informado, terá que voltar no sábado da repescagem, de acordo com o calendário divulgado no site. A repescagem vai funcionar durante todo o dia, das 4h às 24h.

Quem perder seu sábado de repescagem, poderá consultar ou solicitar o resgate do saldo existente a partir de 28/03/2022. “Mas não se preocupe, mesmo se você não consultar ou solicitar o resgate do saldo existente em todas essas datas, ele continuará guardado à sua espera”, informa o BC.

Pagamento

Segundo o Banco Central, os valores esquecidos nos bancos serão devolvidos somente a partir de 7 de março. A devolução será preferencialmente por Pix. Após acessar o sistema, se o cliente solicitar o resgate sem a chave Pix, a instituição financeira escolhida entrará em contato para realizar a transferência.

Segundo o Banco Central, nesta primeira fase do serviço são cerca de R$ 3,9 bilhões de valores a serem devolvidos para 24 milhões de pessoas físicas e jurídicas. Ao todo, o Banco Central estima que os clientes tenham a receber cerca de R$ 8 bilhões. Deste total, R$ 900 mil já foram resgatados. O restante dos valores será disponibilizado no decorrer deste ano de 2022.

Como se cadastrar

O Banco Central informa que, por ora, basta informar o CPF ou CNPJ, mas os clientes precisarão de um login Gov.br nível prata ou ouro para acessar o Sistema Valores a Receber na data e período agendados para consulta e resgate. Não será possível acessar o sistema com seu login Registrato. Se a pessoa ou empresa ainda não tem login Gov.br, terá de realizar o cadastro gratuito no site ou pelo App Gov.br.

Cuidado com os golpes

A autoridade monetária alerta para a tentativa de golpes. O único site para consulta e solicitação no sistema é o valoresareceber.bcb.gov.br. O BC não enviará links e nenhuma pessoa ou empresa está autorizada a entrar em contato com m nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber.

Avatar photo

Redação DMI

Artigos: 1771