Com Bolsonaro, BlackRock não investirá mais no Brasil

BlackRock, um dos maiores fundos de investimentos do mundo, não investirá mais no Brasil até que Bolsonaro deixe o poder.
Head da BlackRock vai parar os investimentos no Brasil - Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

A BlackRock não investirá mais no Brasil até que Bolsonaro deixe o poder, afirmou o chefe da BlackRock na América Latina, Dominik Rohe. O executivo teria dito que mais nenhum investimento será feito no Brasil até o fim do governo Jair Bolsonaro (PL), segundo noticiou a revista Veja, nesta segunda-feira, 10. A BlackRock é um dos maiores fundos de investimento do mundo.

Em uma conversa com empresários brasileiros, Rohe afirmou que o fundo só voltará a investir no país com a mudança de governo, possivelmente no ano que vem.

Rohe teria citado o negacionismo do presidente Jair Bolsonaro, seja no cenário de juros e inflação altos e também no que classificou como um excesso de promessas, sem qualquer retorno, por parte do ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo ele, Guedes promete demais e entrega de menos. Segundo a revista, Rohe não crê no andamento de qualquer projeto do ministro neste ano.

Segundo o relato da conversa de Rohe com empresários brasileiros, o fundo também teria capacidade de dobrar a sua presença no Brasil rapidamente, se assim quisesse. O BlackRock já estaria se aproximando, em meados de 2021, dos 10 trilhões de dólares sob sua gestão, de acordo com o jornal The Wall Street Journal.

Avatar photo

Redação DMI

Artigos: 1794