Claro ativa o 5G ‘puro’ nesta quinta em 52 bairros de São Paulo

Ativação do 5G SA pela Claro em São Paulo acontecerá assim que o espectro de 3,5 GHz for liberado pela Anatel
Crédito: Freepick

Nesta quinta-feira, 4, a Claro ativa sua rede 5G Standalone em São Paulo na faixa de 3,5 GHz. A operadora utiliza o nome comercial 5G+ para a tecnologia, uma vez que sua rede 5G em outras frequências usam os padrões DSS e NSA.

Na capital paulista, a Claro está utilizando as faixas de 3,5 GHz (Banda C) e 2,3 GHz (NSA). A tele foi a maior compradora destas frequências no leilão 5G da Anatel, em 2021.

O sinal irradiará em pontos de 52 bairros: Água Branca, Bela Vista, Brooklin Novo, Brooklin Paulista, Butantã, Cerqueira César, Chácara Monte Alegre, Chácara Santo Antônio, Cidade Jardim, Cidade Mãe do Céu, Cidade Monções, Consolação, Higienópolis, Indianópolis, Itaim Bibi, Jardim América, Jardim Ampliação, Jardim Anália Franco, Jardim Caboré, Jardim das Acácias, Jardim dos Estados, Jardim Europa, Jardim Londrina, Jardim Paulista, Jardim Paulistano, Jardim Petrópolis, Moema, Morumbi, Paraíso, Paraíso do Morumbi, Paraisópolis, Parque São Jorge, Pinheiros, Planalto Paulista, Santa Cecília, Santo Amaro, Sumarezinho, Tatuapé, Vila Nova Conceição, Vila Andrade, Vila Carrão, Vila Clementino, Vila Cordeiro, Vila Gomes Cardim, Vila Invernada, Vila Mariana, Vila Nova Conceição, Vila Olímpia, Vila Romana, Vila Suzana, Vila Tramontano e Vila Uberabinha.

A mancha de cobertura estará disponível no site da operadora.

A Claro continuará expandindo sua rede de 5G SA e chegará a outras áreas de São Paulo e outras cidades, afirma. Por obrigação junto à Anatel, precisa ativar o sinal em todas as capitais até 29 de setembro.

Segundo a empresa, a adoção do 5G SA não vai exigir nenhuma alteração de contrato do assinante. Qualquer cliente com aparelho compatível e em área com cobertura pela tecnologia pode ter acesso ao 5G SA sem necessidade de mudar de plano ou de chip.

Todos os smartphones 5G homologados pela Anatel já suportam também as faixas dedicadas e serão automaticamente compatíveis com o novo 5G SA após atualização dos fabricantes.

A expectativa inicial é do alcance de velocidades entre 600 Mbps e 800 Mbps, chegando até 1 Gbps (dependendo do tamanho da célula e da quantidade de terminais com uso simultâneo naquele momento).

Atualmente, 70% dos aparelhos vendidos pela Claro são compatíveis com o 5G SA. No 5G DSS, a operadora possui cerca de 2,6 milhões de usuários.

Hoje, 50 aparelhos vendidos pela companhia são compatíveis com o 5G puro. Em parceria exclusiva com a Motorola, comercializa o smartphone moto g62 5G, já preparado para acessar a quinta geração da internet móvel em todas as frequências disponíveis. A venda acontece nas lojas físicas e online da Claro, além dos canais próprios da fabricante. A tele também vai vender o novo laptop da Lenovo, que já vem pronto para receber um chip 5G SA.

“A disponibilização do 5G+ abre portas para novas discussões; oportunidades em negócios, serviços, comunicações; acelera a digitalização; além de impulsionar a criação de aplicações que irão fazer diferença na vida das pessoas e tornar o dia a dia mais divertido e produtivo. Mas, é só o início. Temos um longo e desafiador caminho pela frente”, avalia José Félix, presidente da Claro. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10578