CCT da Câmara elege Luiza Canziani para presidência

Deputada do PSD compôs grupo de trabalho sobre implementação do 5G no Brasil. Para sua gestão, pretende agir de forma conjunta à Comissão de Comunicação.
Luiza Canziani presidirá a CCT da Câmara (Credito: Paulo Sergio / Câmara dos Deputados)

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) da Câmara dos Deputados elegeu nesta quarta-feira, 15, a deputada Luiza Canziani (PSD- PR) como nova presidente. A escolha ocorreu por acordo partidário. Com chapa única. A vice-presidência ainda será definida.

Esta é a primeira legislatura com desmembramento da CCT. A área de comunicação ficou em um colegiado específico. A separação ocorreu para abarcar mais partidos nas presidências.

Questionada sobre qual será a dinâmica de distribuição de projetos entre as comissões recém-desmembradas, a deputada afirmou que os ajustes ainda estão sendo definidos, mas que a atuação entre os dois colegiados, CCT e Comunicação, deve ser “correlata”.

“Temas que passarão por aqui [na CCT] passarão também lá e a gente vai precisar ter essa interface de muito diálogo com a Comissão de Comunicação também”, afirmou.

A parlamentar também destacou que sua presidência é “muito simbólica, pois vai demonstrar o compromisso da Casa sobre a participação das mulheres na ciência”.

Quem é Luiza Canziani

Canziani, que está em seu segundo mandato, tem formação em Direito pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Londrina e mestrado em Administração Pública pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP).

Na última legislatura, foi a deputada mais jovem a estar à frente da Comissão de Defesa da Mulher e compôs a CCT. Ela também fez parte do Grupo de Trabalho (GT) que acompanhou a Implantação da Tecnologia 5G no Brasil, que terminou com uma série de recomendações para o Executivo.

Durante sua atuação na área de C&T, Canziani já manifestou posicionamento em algumas pautas prioritárias para o setor de telecom e radiodifusão. Em projeto de lei sobre a regulação do streaming, por exemplo, assinou emenda para blindar microempreendedores individuais e as provedoras de aplicação de internet.

Em projeto de lei de sua autoria, a nova presidente da CCT da Câmara altera a Lei do Bem para permitir que o excedente do percentual dos dispêndios com pesquisa tecnológica excluído do lucro líquido das empresas possa ser aproveitado em exercícios subsequentes.

Canziani foi uma das parlamentares que apoiou a eleição de Jair Bolsonaro em 2018, mas enfrentou divergências com o governo durante o mandato do ex-presidente.

Avatar photo

Carolina Cruz

Repórter com trajetória em redações da Rede Globo e Grupo Cofina. Atualmente na cobertura dos Três Poderes, em Brasília, e da inovação, onde ela estiver.

Artigos: 913