SG do Cade aprova fusão entre Vero e Americanet

SG aprovou a fusão sem restrições, em rito sumário. Negócio ainda depende da análise da Anatel para ser finalizado.

Cade aprova fusão de Vero e Americanet | Foto: Freepik

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a fusão entre os provedores Vero e Americanet, sem restrições. A decisão foi publicada nesta sexta-feira, 4, no Diário Oficial da União.

Com o despacho, abre-se o prazo de 15 dias para recursos contrários à análise. Em caso de não haver objeções, a aprovação será mantida.

Apesar do aval do Cade, a incorporação da Vero e da Americanet ainda está pendente de análise pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O processo na reguladora foi aberto em 18 de julho, uma semana após o anúncio das empresas.

A fusão será feita mediante a incorporação da totalidade das ações da Meppel, controladora da Americanet, pela Vero. Ao informar a operação no mês passado, as empresas afirmaram que a expectativa é de que a integração dos negócios promova, ao longo dos próximos anos, aumento da eficiência operacional e otimização do investimento em equipamentos de conectividade.

Cobertura e base de clientes

Com presença relevante nas regiões Sul, Sudeste, Norte e Centro-Oeste, a Americanet atua no setor de telecomunicações na prestação de serviço de comunicação multimídia (SCM), serviço telefônico fixo comutado (STFC) e serviço móvel pessoal (SMP). A Vero, por sua vez, oferece conexão de internet de fibra óptica na região Sul e no estado de Minas Gerais, além de algumas cidades de Goiás.

De acordo com dados da base de clientes das empresas contabilizada pela Anatel, a fusão deve criar um ISP com mais de 1,4 milhão de acessos no território nacional, ficando próximo dos provedores regionais que lideram o ranking.

Juntas, a Vero e a Americanet abarcariam 3% da participação no mercado de banda larga. As empresas já estão entre os 10 maiores provedores regionais.

No processo de fusão, a Vero conta com a assessoria do Banco Itaú BBA e do Lefosse Advogados. A Americanet, por sua vez, tem o apoio do UBS BB e do Machado Meyer Advogados.

 

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10373