Cabo da Cirion que liga Fortaleza ao Rio se rompe

Cirion diz que trabalha na correção do problema e que os dados foram redirecionados para outras rotas.

Um cabo submarino da empresa Cirion ligando Fortaleza, no Ceará, ao Rio de Janeiro, capital, rompeu-se nesta quinta-feira, 14, causando instabilidade em redes de provedores no Nordestes e Sudeste do país. A empresa informa estar trabalhando para restaurar o equipamento.

“Detectamos um incidente que afetou a integridade do cabo submarino que conecta as cidades do Rio de Janeiro e Fortaleza (Brasil). Assegurar a confiabilidade dos nossos serviços de rede e de comunicações é a nossa principal preocupação, e estamos dedicados a minimizar o impacto para os nossos clientes”, afirma a companhia, em nota.

Segundo a companhia, estão sendo definidas rotas alternativas para o tráfego que passava pelo cabo rompido. “Nossa equipe técnica atuou prontamente para ativar as rotas de contingência e minimizar eventuais impactos nos serviços dos nossos clientes. Os clientes potencialmente afetados foram avisados da situação”, diz.

A empresa não detalha a magnitude do rompimento, nem se identificou o que motivou o incidente. Mas afirma: “Estamos tomando todas as medidas necessárias para acelerar o reparo do cabo afetado. Ainda não temos uma previsão de recuperação. Forneceremos novas atualizações conforme mais informações estejam disponíveis”.

Segundo o mapa da rede detida pela empresa, o cabo submarino que liga Fortaleza ao Rio se chama SAC. A companhia tem rotas alternativas, por terra, que passam pelas capitais Fortaleza, Natal, Recife, Salvador, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. No Rio fica um dos três data center da empresa no Brasil (os outros estão em São Paulo e Curitiba).

No mundo, a Cirion é dona de 19,3 mil km de redes metropolitadas e 31 mil km de backbone. Está presente em mais de 30 pontos de interconexão e trafega, por segundo, 20 TB apenas em sua rede terrestre, que cobre a América Latina. A rede submarina tem 36 mil km de extensão e transporta 109 Tbps, em cinco rotas, a maioria concentrada no Caribe. Tem ainda 18 data centers.

A Cirion é uma empresa que mudou diversas vezes de nome na última década, conforme realizou incorporações ou passou por spinoffs: foi Level3, CenturyLink e Lumen.

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4234