AMX finaliza a criação da empresa de torres Sítios Latam

A Sítios Latam é independente da AMX, recebeu todas as torres do grupo na América Latina. Dos quase 30 mil sites, 39% são localizados no Brasil.

A América Móvil (AMX), informou ontem, 8, que terminou a criação da empresa de torres Sítios Latinoamérica, ou Sítios Latam.

Segundo o grupo, foram cumpridas todas as etapas para a criação da unidade, que ficará sediada no México, onde fica a sede do conglomerado pertencente ao bilionário Carlos Slim.

A cisão já tinha sido aprovada pelos seus acionistas em 2021. Ontem, “certos ativos, passivos e capital” foram transferidos a nova empresa.

Segundo o grupo, a Sitios Latam nasce independente da AMX em relação à administração, estrutura e capital. Além de já possuir 29 mil sites, terá como foco a construção de novos, a operação e comercialização de torres e outras estruturas para instalação de equipamentos de telecomunicações par ao grupo dono da Claro e em modelo “neutro”.

A torres ficarão disponíveis para acesso e uso por todas as operadoras móveis de Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Porto Rico e Uruguai. Além disso, a partir desta terça, a Sítios Latam inicia a construção de torres no Peru.

Dos 29 sites, 39% ficam no Brasil, utilizados pela Claro.

A Sítios Latam será listada na bolsa mexicana, sem oferta pública subscrita. Os acionistas da AMX receberão 1 ação da nova empresa para cada grupo de 20 ações que possuam da holding. Portanto, o sócios controladores seguirão os mesmos da América Móvil.

A separação entre torres móveis do restante dos ativos das operadoras é um movimento que ganhou força nos últimos anos em todo o mundo. O mesmo foi feito pelo Grupo Telefónica, na Espanha, que fundou a Telxius no passado. Mais tarde, as torres da empresa foram vendidas para a American Towers. Na Itália, o Grupo TIM também separou os ativos do restante da rede e criou a Inwit, que foi listada em bolsa e cuja negociação reforçou o caixa da operadora.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10502