Vero Internet mais do que triplica lucro no primeiro trimestre

Receita avançou 27,4%, atingindo R$ 196,76 milhões nos três primeiros meses de 2023; base de clientes cresceu 17,8% no intervalo de um ano
Lucro da Vero Internet cresceu 221,3% no 1º trimestre de 2023
Lucro da Vero salta 223,1% no 1º trimestre de 2023 (crédito: Vero Internet/Divulgação)

A Vero Internet divulgou, nesta segunda-feira, 15, os resultados financeiros do primeiro trimestre de 2023. De janeiro a março, o provedor de serviços de internet (ISP) obteve lucro líquido de R$ 15,73 milhões. O valor é mais do que três vezes maior (alta de 221,3%) do que o registrado no mesmo período do ano passado (R$ 4,9 milhões).

A receita operacional líquida totalizou R$ 196,76 milhões, avançando 27,4% sobre o primeiro trimestre de 2022, quando o faturamento foi de R$ 154,47 milhões.

Segundo a empresa, a receita média por usuário (ARPU) teve alta de 8,5% no intervalo de 12 meses, em razão da migração de clientes para planos de valor mais elevados.

“Estamos sempre atentos aos ciclos do mercado, e já entendemos que mais do que nunca buscar um amplo portfólio de serviços se tornou essencial”, afirma, em nota, Fabiano Ferreira, CEO da Vero Internet. “As pessoas querem ampliar as opções de serviços. Nós passamos a oferecer, então, soluções agregadas como forma de facilitar a vida dos clientes, com acesso a pacotes que incluem canais de entretenimento, streamings e até assinatura de revistas e jornais”, acrescenta.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) ajustado, que exclui os efeitos de gastos não recorrentes, somou R$ 103,09 milhões no trimestre inicial deste ano, alta de 34,6% sobre o registrado no intervalo de abertura do ano anterior (R$ 76,62 milhões). Na comparação anual, a margem subiu de 49,6% para 52,4%.

No informe financeiro, a companhia destacou que terminou o primeiro trimestre com uma base de 763 mil assinantes, quantidade que aponta alta de 17,8% em relação ao início de 2022. Incluindo os clientes da Fixtell, empresa que atua no Centro-Oeste que foi adquirida pela Vero, a base sobe para 798 mil clientes.

Além disso, o ISP encerrou o mês de março com presença em 200 cidades e 2,7 milhões de casas passadas (homes passed). No primeiro trimestre, a Vero expandiu a rede por 30,1 mil km, dos quais 21,1 mil km dizem respeito à fibra óptica. Os demais 9 mil km se referem a backbone.

Passado o primeiro trimestre, a empresa também informou que captou R$ 375 milhões em debêntures incentivadas em abril deste ano. O montante será utilizado para investimento em infraestrutura. “Tivemos uma liberação de R$ 1,1 bilhão do Ministério de Infraestrutura, o que nos deixa uma janeira de oportunidade muito grande para o futuro e permite que a Vero continue crescendo, mas não a qualquer custo”, declara o CEO da companhia.

Avatar photo

Eduardo Vasconcelos

Jornalista e Economista

Artigos: 853