RTM otimiza a comunicação entre fundos

Batizada de RTM Hub Fundos, a solução elimina o gargalo operacional entre as transações dos players, por meio da padronização.
Sensedia entra nos EUA de olho no mercado de APIs - Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

A RTM, hub de integração do mercado financeiro, lança plataforma que otimiza a integração entre cotas dos fundos de investimentos. Com investimentos de R$ 5 milhões, a solução, torna a comunicação entre gestores, custodiantes, administradores e distribuidores mais eficiente e entra em operação a partir deste mês.

Batizada de RTM Hub Fundos, a solução elimina o gargalo operacional entre essas transações, por meio da padronização. Atualmente cada um dos players financeiro utiliza um modelo distinto de comunicação, o que torna mais moroso o envio e recebimento de dados e a portabilidade dos investimentos, além de dificultar a movimentação dos fundos ao longo do dia.

“Com o crescimento dos bancos digitais e das plataformas de investimentos, as instituições estão diversificando, permitindo que um investidor aplique em produtos de vários gestores de recursos ou transfira de uma instituição para outra. Esse movimento exige  uma rápida comunicação para melhorar a experiência do cliente e a eficiência de seus processos”, afirma André Melo, CEO da RTM.

O fato de pertencer à Anbima e B3, a RTM consegue realizar uma intermediação isenta das mensagens. De acordo com a Associação Brasileira das Entidades do Mercado Financeiro e de Capitais (Anbima), o patrimônio líquido da indústria de investimentos no país cresceu 13% em 2021.

“Não há uma linguagem única nesse momento, temos comunicações sendo feitas por telefone e e-mail, por exemplo. O RTM Hub Fundos terá um módulo de compatibilidade de arquivos que conversará com os layouts existentes no mercado, sendo assim, as instituições não precisarão mudar os sistemas que já estão acostumadas a utilizar para poderem usufruir da plataforma”, observa Melo.

Para garantir a segurança das informações, o sistema será criptografado com anonimização dos dados e a plataforma utilizará API, mesma tecnologia do Open Banking.

(Com assessoria)

Avatar photo

Redação DMI

Artigos: 1772