Ricardo Sanfelice é o novo diretor de inovações do BV

Sanfelice passa a integrar também o comitê executivo da instituição controlada pelo Banco do Brasil (BB) e pela família Ermírio de Moraes
Ricardo Sanfelice é o novo diretor de inovações do BV-credito-foto-linkedin.
Ricardo Sanfelice, diretor de inovação do Banco BV    Crédito: Linkedin

 

Ricardo Sanfelice assume a posição de diretor-executivo de inovação e dados do banco BV, anunciou a instituição nesta segunda-feira, 30. O executivo assumirá as estruturas de inovação, dados, ciência de dados, BV Lab, Open BV e CRM.

Sanfelice passa a integrar também o comitê executivo da instituição controlada pelo Banco do Brasil (BB) e pela família Ermírio de Moraes, segundo o comunicado.

Com mais de 25 anos de experiência nas áreas de telecom e serviços financeiros, o executivo ocupava as posições de Chief Marketing Officer (CMO) e Chief Digital Officer (CDO) do Banco Bari, desde março de 2020.

Em sua trajetória profissional foi vice-presidente da GVT, onde trabalhou por quase 14 anos, começando como analista de marketing. Constam também passagens pela Vivo, como VP de digital e inovação, e da Wayra – hub de inovação do grupo Telefônica.

Engenheiro elétrico formado pela Universidade Federal do Paraná (UFP), Sanfelice fez MBA em marketing pela FGV e especializações nas universidades de Stanford e Chicago.

A nomeação no BV está sujeita à aprovação do Banco Central (BC).

Questionado pelo portal  Finsiders se o executivo entra para a posição ocupada anteriormente por Guilherme Horn, que deixou o BV para assumir em março as operações do WhatsApp no Brasil, o banco BV respondeu em comunicado por meio de sua assessoria de imprensa, que o executivo chega para um cargo novo.

A nomeação no BV está sujeita à aprovação do Banco Central (BC).

Contexto

Ricardo chega num momento em que o BV busca acelerar sua estratégia digital. No primeiro trimestre, a instituição atingiu 2,7 milhões de clientes no banco digital, alta de 155% na comparação anual. A média de contas abertas por dia crescu 4x, na mesma base.

Nos três primeiros meses, o volume total transacionado foi de R$ 6,2 bilhões, mais do que o dobro ano contra ano.

(Com assessoria e agências)

Avatar photo

Redação DMI

Artigos: 1782