Remessas mundiais de PCs registram queda recorde

Vendas das seis principais fabricantes caíram na comparação com o mesmo período do ano passado, informou a Gartner; mercado teve contração mais acentuada desde a década de 1990
Remessas de PCs tiveram queda recorde no terceiro trimestre
Remessas mundiais de PCs tiveram a queda mais acentuada desde a década de 1990 (crédito: Freepik)

As remessas mundiais de PCs registraram a maior queda da história no terceiro trimestre deste ano. De julho a setembro, as entregas de computadores pessoais totalizaram 67,9 milhões de unidades, baixa de 19,5% na comparação com o mesmo período de 2021.

Segundo a Gartner, responsável pelos dados, trata-se do declínio mais acentuado desde que a empresa passou a monitorar o mercado de PCs, em meados da década de 1990.

A baixa no terceiro trimestre, na comparação anual, representa a quarta contração trimestral consecutiva no mercado.

Na avaliação da Gartner, apesar de ações promocionais e reduções de preços, as vendas no período de volta às aulas no hemisfério norte tiveram resultados decepcionantes. Isso ocorreu porque, nos últimos dois anos, muitos consumidores compraram novos equipamentos, de modo que ainda não sentem a necessidade de adquirir substitutos.

“Os resultados deste trimestre marcam uma desaceleração histórica para o mercado”, afirma Mikako Kitagawa, analista e diretor da Gartner. “Embora as interrupções na cadeira de suprimentos tenham finalmente diminuído, o alto estoque agora se tornou um grande problema, dada a fraca demanda de computadores nos setores de consumo e negócios”, complementa.

Fabricantes

As remessas dos seis principais fornecedores mundiais de PCs caíram no terceiro trimestre.

A Lenovo, líder do mercado, viu as entregas diminuírem de 20,2 milhões de unidades, de julho a setembro de 2021, para 17,1 milhões, no mesmo período deste ano, o que representa uma queda de 15,3%. As vendas caíram em todas as regiões, exceto no Canadá.

A HP, a segunda maior fabricante de PCs, registrou a maior contração no período (-27,9%), com as remessas caindo de 17,6 milhões de unidades para 12,7 milhões. “A empresa registrou crescimento em regiões específicas no mercado de desktops, mas as vendas gerais de notebooks sofreram declínios”, afirma a Gartner.

Confira, a seguir, a variação das remessas de PCs das principais fornecedoras globais no terceiro trimestre.

  • Lenovo: -15,3%
  • HP: -27,9%
  • Dell: -21,1%
  • Apple: -15,6%
  • Asus: -7,5%
  • Acer: -25,6%
  • Outras: -17,3%
Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10578