CTOs e CEOs lançam manifesto pela formação de mais profissionais em tecnologia

O Manifesto Tech por mais profissionais em tecnologia busca acelerar a formação de pessoas para atender a um déficit de quase 800 mil vagas no setor previstas para surgirem até 2025.
Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

CTOs e CEOs do setor se uniram em um movimento em prol de ações para empregar profissionais no início da carreira. A ação dos executivos, denominada Manifesto Tech, busca evitar o que afirmam ser um déficit de quase 800 mil vagas que precisarão ser preenchidas com profissionais em tecnologia, que podem ser acumuladas nos próximos anos. Isso impactaria o avanço do mercado no Brasil.

Fazem parte do movimento empresas como PicPay, Vindi, ZUP, e também CEOs e CTOs de escolas de tecnologia como Alura, 42 São Paulo, PM3, Rocketseat e Mastertech.

As empresas e escolas envolvidas assumem o compromisso de oferecer oportunidades de vagas para profissionais em desenvolvimento e no início de carreira.

Estudos

A preocupação tem como base estudos como o da Softex, organização social voltada ao setor. Levantamento recente da entidade mostra que o Brasil pode deixar de preencher cerca de 408 mil empregos de tecnologia somente neste ano.

Outra estimativa, esta feita pela Brasscom, associação das empresas de tecnologia, alerta que teremos quase 800 mil vagas de TI acumuladas até 2025, apenas no Brasil. Em 2020, vice-presidente da Ericsson previa a geração de 200 mil empregos em 5 anos, no setor.

Há ainda um estudo da Revelo, plataforma de recrutamento em tecnologia, que mostra que existem duas vagas para cada profissional nos níveis pleno e sênior de tecnologia. Isso faz com que os salários sejam altos. A faixa foi de R$ 9,3 mil em fevereiro de 2021.

De acordo com Sérgio Lopes, CTO da Alura, escola online de cursos de tecnologia, é preciso “conscientizar as empresas de que profissionais em desenvolvimento, seja em programação, ciência de dados, ou outra área de tecnologia, são capazes de realizar entregas eficientes e produzir valor para os negócios desde que estes se planejem para tal”.

“É importante ressaltar que a expectativa é que as empresas signatárias se comprometam com as premissas e implementem isso no seu dia a dia”, diz um dos participantes da ação do setor de tecnologia.

Para Gabriel Massote, CTO da idwall, regtech de soluções em onboarding digital, “o cenário de escassez de profissionais seniores no mercado tech é um problema global, que exige esforços conjuntos e investimento no desenvolvimento das pessoas”.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10589