Algar Telecom adia divulgação do balanço de 2023 para abril

Operadora diz que não conseguirá publicar o documento até o próximo dia 1º, porque ainda está analisando lançamentos e baixas no ativo imobilizado, além de outros temas
Algar adia divulgação de balanço de 2023
Divulgação do balanço do ano de 2023 da Algar fica para abril (crédito: Freepik)

A Algar Telecom informou que vai adiar a divulgação do balanço financeiro referente ao ano de 2023. Em fato relevante divulgado ao mercado nesta quinta-feira, 28, a operadora diz que não conseguirá concluir e divulgar as demonstrações financeiras do ano passado até o dia 1º de abril (próxima segunda-feira).

Segundo a Algar, “tal fato é decorrente de uma apuração em andamento, conduzida pelo Comitê de Auditoria e Gestão de Riscos da Companhia, com a assessoria de terceiros externos independentes, para averiguar alguns lançamentos e baixas no ativo imobilizado” da empresa.

A operadora ainda afirma que a “análise de outros temas” também contribuiu para o atraso na conclusão do documento.

Conforme o aviso ao mercado, a previsão da Algar é de que o informe financeiro seja concluído e divulgado no transcurso do mês de abril.

“A Companhia espera finalizar o trabalho de elaboração e revisão das referidas demonstrações financeiras anuais e divulgá-las no próximo mês de abril e manterá o mercado informado tanto acerca dos fatos ora narrados quanto da data prevista para esta divulgação”, assegura a operadora.

Números trimestrais de 2023

De acordo com as demonstrações financeiras trimestrais referentes a 2023 já divulgadas, a Algar teve prejuízo líquido de R$ 10,3 milhões no primeiro trimestre, embora a receita líquida tenha avançado 6,5%. No segundo trimestre, período em que também houve aumento de receitas, o prejuízo foi ampliado para R$ 32,8 milhões.

Naquelas ocasiões, a Algar citou que os números foram impactados pelas despesas com amortização e depreciação, além dos efeitos das elevadas taxas de juros.

No terceiro trimestre, a operadora registrou resultado líquido positivo, com o lucro alcançando R$ 13,4 milhões. No entanto, ante o mesmo período de 2022, houve baixa de 53,2%.

Ainda vale lembrar que a empresa fechou 2022 com lucro de R$ 51,4 milhões, montante 77,6% inferior ao de 2021.

Avatar photo

Eduardo Vasconcelos

Jornalista e Economista

Artigos: 711